Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Terça-Feira, 20 de Abril de 2021 - 19:33
05/04/2021 as 08:52:10 | Por Vitória Gomes | 187
Prefeitura deve abrir mais quatro postos de vacinação em Cuiabá
Secretária diz que decisão foi tomada durante reunião no sábado; planejamento será anunciado pelo prefeito
Fotografo: Luiz Alves/Assessoria
Atualmente, Prefeitura de Cuiabá conta com apenas um polo de vacinação

A secretária de Saúde de Cuiabá, Ozenira Félix, afirmou que, na próxima semana, será anunciada a abertura de quatro novos postos fixos de vacinação na Capital e mais três pontos de drive-thrus para imunização dos grupos prioritários. 
 
A decisão foi tomada no sábado (3), após uma reunião com a equipe responsável por planejar a vacinação na Capital. Até agora, a vacinação é feita apenas no Centro de Eventos de Pantanal, onde também foi implantado um sistema de drive-thru na semana passada.
 
Ozenira defendeu que a centralização na Capital foi a escolha certa, até então, em razão do número de doses recebidas pelo município.
 
Em entrevista ao MidiaNews, a secretária disse que a decisão da descentralização dos polos ocorreu pela chegada de um número maior de doses da vacina. 
 
"Semana que vem, nós estaremos recebendo em torno de 11 mil doses que vamos juntar com as que sobraram da última remessa de 8 mil. Dessa forma, o prefeito [Emanuel Pinheiro] anunciará os novos polos. Vamos mesclar o fixo com o drive-thru", explicou.
 
A secretária ressaltou que acredita que a quantidade de imunizantes enviados para a Capital não devem voltar a diminuir, já que há um aumento na produção das vacinas, inclusive de criação nacional.
 
No entanto, ela destacou que, caso haja novamente a diminuição dos lotes, os novos polos abertos podem diminuir gradativamente. Segundo Ozenira, a distribuição de poucas doses em diversos pontos não traz resultado. 
 
“Estamos rezando muito para que aumente cada vez mais, porque assim que acabar esses grupos prioritários e vier a população em geral, tendo as doses, nós vamos voltar à vacinação normal, que é aquela nas unidades de saúde”, disse.
 
“A maioria da população não entende, acha que fomos nós que escolhemos os grupos [prioritários]. Mas, na verdade, a vacina já chega determinada. Tudo vem determinado do Governo Federal, nós somos apenas os distribuidores da vacina”, completou.
 
Durante a reunião deste sábado, além da discussão da descentralização da vacinação, a secretária relatou que houve outra alteração no planejamento, sobre os locais dos novos polos. 
 
A ideia anterior era utilizar aparelhos públicos, porém, após diversas entidades se manifestarem, os locais de imunização serão disponibilizados pelos parceiros que ofereceram a estrutura pronta à Prefeitura.
 
A secretária ressaltou que a colaboração ajudará na redução dos custos, que são altos para criação de polos. (Fonte: Vitória Gomes, Midia News)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil