Fotografo: Reprodução Record TV
...
Elias maluco deixou cartas antes de cometer suicídio

O traficante Elias Pereira da Silva, conhecido como Elias Maluco, encontrado morto na cela da Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná na última terça-feira (22), deixou, pelo menos, 10 cartas escritas a mão para familiares, segundo a PF (Polícia Federal).
 
Em nenhum de seus relatos o criminoso cita arrependimento ou revolta com o sistema penitenciário. Ele apenas escreveu que não aguentava mais a vida e não conseguia mais se posicionar em frente aos familiares.
 
De acordo com os agente penitenciários, Elias não demonstrou nenhum comportamento estranho para cometer tal ato contra a própria vida. Peritos da PF disseram que sua cela estava bem organizada.
 
O corpo deve ser levado ao Rio de Janeiro, após a Polícia Federal emitir um documento para autorizar a vinda do corpo para a capital carioca.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa
Isabela Afonso, do R7*, com Record TV