Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Sexta-Feira, 26 de Fevereiro de 2021 - 09:02
27/01/2021 as 10:09:47 | Por Yuri Ramires, GD | 210
Padrasto estupra duas enteadas, tenta fugir e acaba preso pela polícia
Homem de 42 anos foi preso em flagrante após ser denunciado pelas práticas de estupro de vulnerável tentado e consumado contra duas enteadas, uma de 11 e outra de 15 anos.
Fotografo: Luciano Prado
A menor contou que a violência sexual contra ela ocorre desde que ela tinha 9 anos.

Homem de 42 anos foi preso em flagrante, em uma fazenda em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), no final da manhã de terça-feira (26), após ser denunciado pelas práticas de estupro de vulnerável tentado e consumado contra duas enteadas, uma de 11 e outra de 15 anos. A menor contou que a violência sexual contra ela ocorre desde que ela tinha 9 anos.
 
De acordo com as informações, a PM foi acionada via 190 pelo tio das meninas, que já tinha feito a denuncia contra o agressor. Mas, nesta terça, ele estava se preparando para ‘viajar’. Quando os policiais chegaram, encontraram o suspeito com 4 sacolas de roupa.
 
Ele estava ao lado da mãe das meninas, que já não moravam mais na casa – e passaram a viver com os tios desde o dia 12 desse mês, quando o caso veio à tona na família. Ele foi algemado, preso e levado para a delegacia. Na casa, tudo ocorreu dentro da normalidade.
 
Porém, no camburão, policiais relataram que o suspeito ficou nervoso, passou a se debater, causando lesões em seu corpo. As vítimas prestaram depoimento e contaram que o padrasto aproveitava o momento em que a mãe saia para trabalhar e cometia o crime. O agressor negou todas as acusações.
 
Uma das vítimas relatou ainda que começou a sofrer com a violência sexual enquanto tinha 9 anos de idade. Segundo ela, o homem se masturbava enquanto tocava seu corpo e sua genitália. Ele foi preso e encaminhado à Polícia Civil.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil