Fotografo: Pixabay
...
Doses prometidas de vacina contra a Covid-19 já foram vendidas aos países ricos

De acordo com o relatório mais recente da ONG Oxfam, um grupo de países que representa apenas 13% da população mundial já adquiriu mais da metade das doses prometidas da vacina contra a Covid-19 .
 
Os dados foram extraídos de contratos com os laboratórios cujas versões do imunizante são as mais promissoras: AstraZeneca, Sputnik, Moderna, Pfizer e Sinovac. O diretor da Oxfam, Robert Silverman, classificou a informação como "preocupante" e reforçou que gaantir o acesso da vacina aos países é tão importante quanto desenvolvê-la.
 
"O acesso às vacinas que salvam vidas não deveria depender de onde se vive ou de quanto dinheiro se tem", pontuou Robert Silverman, diretor da Oxfam.
 
O diretor também criticou a postura das grandes corporações farmacêuticas em proteger os monopólios e a patente de cada vacina, que deveria ser compartilhada gratuitamente para o desenvolvimento de uma "vacina do povo".Até o momento, 2,7 bilhões (51%) das doeses já negociadas estão em países como EUA, Reino Unido, Japão e Suiça.