Fotografo: Michel Alvim/Secom-MT
...
Governador Mauro Mendes recebe medalha do pacificador

O governador Mauro Mendes foi condecorado pelo Exército Brasileiro com a “Medalha do Pacificador”, na noite desta segunda-feira (07.09), durante a solenidade de comemoração aos 198 anos da Independência do Brasil.
 
Mendes ainda recebeu o Diploma “Amigo da Brigada” em razão da parceria com o Exército Brasileiro na Operação Verde Brasil 2, que combateu crimes ambientais na Amazônia neste ano.
 
Além do governador, outros gestores estaduais também foram homenageados com o diploma: os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), Mauren Lazzaretti (Meio Ambiente) e Alexandre Bustamente (Segurança Pública), representado no evento pelo coronel Victor Fortes; e os comandantes gerais da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, e do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges.
 
“Fiquei muito feliz de receber essa honraria. Essa é uma homenagem não só a mim, mas a todos os servidores do Estado de Mato Grosso. Estamos desenvolvendo muitas parcerias com o Exército Brasileiro, como a Operação Verde Brasil 2, sempre criando sinergia para trazer resultados para a população de Mato Grosso e para a população brasileira”, afirmou o governador.
 
As honrarias aos gestores foram entregues pelo general Reinaldo Salgado Beato, comandante da 13° Brigada de Infantaria Motorizada, unidade onde a solenidade foi realizada.
 
O general Salgado destacou que apesar de a pandemia ter impedido a realização do evento do 7 de setembro no formato como ocorre todos os anos, a comemoração da Independência não poderia passar em branco.
 
“Comemorar a independência é rememorar as conquistas nacionais. Enaltecer o país que tem no seu povo e na sua cultura as suas maiores riquezas. O 7 de setembro será sempre reverenciado como um ato de amor à pátria brasileira”.
 
“Parabéns governador por ter sido agraciado pela medalha, que cultua nosso maior pacificador, o Duque de Caxias. Obrigado por todo o apoio que o senhor tem prestado ao Exército Brasileiro, especialmente na Operação Verde Brasil 2”, completou.
 
A medalha
 
A Medalha do Pacificador foi mandada cunhar pela Portaria n°345, de 25 de agosto de 1953, como evocação às homenagens prestadas a Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, por ocasião dos 150 anos de seu nascimento.
 
O Governo da República, em 1954, autorizou o uso dessa condecoração nos uniformes militares.
 
A partir de 1955, transformou-se em honraria a ser conferida a militares e civis, brasileiros ou estrangeiros, que tivessem prestado assinalados serviços ao Exército, elevando o prestígio da instituição ou desenvolvendo as relações de amizade entre o Exército Brasileiro e os de outras nações.