Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 19 de Agosto de 2022 - 13:48
05/08/2022 as 12:32:18 | Por Assessoria |
VG recebe visita de Minotouro em escola-polo do projeto Esporte para Além das Fronteiras
Durante a visita, Minotouro falou com os alunos e fez um pequeno treino com os participantes do projeto. Ao final, assistiu a uma apresentação do Coral Salvelina Ferreira da Silva.
Fotografo: Secom/VG
O projeto atende cerca de 500 crianças

Alunos da Escola Municipal de Ensino Básico (Emeb) Professora Salvelina Ferreira da Silva receberam, nesta quinta-feira (04), a visita de um dos idealizadores do projeto ‘Esporte Para Além das Fronteiras’, Rogério "Minotouro" Nogueira. A presença do ex-lutador de MMA marca o quarto mês de implementação do projeto na Rede Municipal de Ensino de Várzea Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (SMECEL). O projeto atende cerca de 500 crianças, com idade entre 7 e 14 anos, nas Emeb Professora Salvelina Ferreira da Silva e Abdala José de Almeida.
 
Presente no evento, o vice-prefeito de Várzea Grande, José Hazama, contou que nasceu e cresceu na região e, por isso, ficou ainda mais contente em poder ver esse e outros projetos sendo desenvolvidos na cidade.  "Além de emocionante, é gratificante saber que o prefeito Kalil e sua gestão estão no caminho certo. Por meio da SMECEL, estamos dando continuidade aos projetos da Educação e desenvolvendo iniciativas importantes como essa", disse e parabenizou o trabalho dos servidores envolvidos.
 
Para o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis, a visita de Minotouro estimula as crianças do projeto e prestigia seu desenvolvimento. "Essas crianças estão desenvolvendo habilidades e ganhando qualidade de vida, então a participação do Rogério é algo muito importante tanto para elas, quanto para o nosso município", afirmou.
 
Em seu discurso, Rogério Minotouro agradeceu ao prefeito Kalil Baracat e ao secretário Silvio Fidélis por acreditarem no projeto e disse que ficou feliz em ver a adesão de tantas crianças após poucos meses. "Nosso objetivo é formar faixas-pretas na vida. Queremos que as crianças estudem, participem do projeto e que sejam reconhecidas na rua pelo exemplo, pelos valores que ensinamos e queremos que elas sigam", disse.
 
O ‘Esporte para Além das Fronteiras’ foi desenvolvido pelos Irmãos Nogueira em parceria com a editora Escola da Inteligência e envolve, além da prática de artes marciais, uma metodologia pedagógica para reforçar os valores ensinados nas artes marciais.
 
"Esse é outro projeto conduzido pela Superintendência de Esporte e Lazer e que interage com a Educação do Município, algo que nos deixa muito felizes, pois mostra como a Secretaria trabalha em prol da qualidade de vida da população de Várzea Grande em todas as suas frentes", disse o Superintendente de Esporte e Lazer, Jadir Pereira, lembrando de projetos como o Talentos do Esporte e a Academia de Atletismo da APM, recém lançado.
 
Jesuína Amorim, mãe da Adrielly e da Samira, que participa do projeto, disse que já pode ver resultados nas filhas. "Elas quiseram fazer a luta e eu achei importante que elas aproveitassem essa oportunidade. Agora eu vejo que o comportamento em casa mudou, está melhor, e as professoras também falam do desempenho delas em sala de aula. Acho o projeto muito interessante, pois também ajuda com os valores de ética e respeito", completou.
 
Honestidade, respeito, modéstia, auto-controle, disciplina e persistência são os valores pregados pelo projeto. "Eu acho um projeto muito legal, pois ajuda as crianças no seu desenvolvido, ajuda na escola, faz com que a gente se sinta melhor de saúde e tem o compromisso do faixa-preta, que é super importante", contou Nawani Bueno, aluna da modalidade de Boxe.
 
O professor Nelson Amorim, coordenador do projeto, explica ainda que as aulas são desenvolvidas com momentos de reflexão e de atividade física. "Sempre no início das aulas temos o momento do mestre, em que o sensei conversa com as crianças por 10 minutos sobre os valores do faixa-preta, orienta eles sobre os valores, trabalhando um deles por mês. Depois eles têm as atividades de treino mesmo e, ao final da aula, repetem o juramento do faixa-preta", concluiu.
 
Durante a visita, Minotouro falou com os alunos e fez um pequeno treino com os participantes do projeto. Ao final, assistiu a uma apresentação do Coral Salvelina Ferreira da Silva.(Assessoria | Secom VG)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil