Fundado pelo jornalista e CEO, Eraldo de Freitas
Aos 14 de abril de 2006

Fale Conosco
(65)993430927

Várzea Grande(MT), Domingo, 16 de Junho de 2024 - 22:29
Moeda
Dólar - BRL 5.3769
Libra - BRL 6.7935
Euro - BRL 5.7626
Bitcoin - BRL 209250,95

16/05/2024 as 13:23:48 | por Repórter MT |

Secretaria de Saúde confirma 16 casos de Febre Oropouche em Mato Grosso

Casos da doença costumavam ficar restritos à região Norte do país.

Fotografo: mrsiraphol no Freepik
...
Nenhum caso foi registrado em Cuiabá.
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) confirmou, em relatório técnico do Laboratório Central de Saúde Pública de Mato Grosso (Lacen), que Mato Grosso registrou 16 casos de Febre Oropouche.
 
O relatório explica que, como os sintomas da doença são parecidos com outras arboviroses, foram feitos os testes para dengue, zika e chikungunya nos pacientes. Nos casos em que o teste deu negativo para essas doenças, foi realizado um outro teste laboratorial, que confirmou a presença da Febre Oropouche.
 
Os casos confirmados foram registrados nas seguintes cidades: Guarantã do Norte, Rosário Oeste e Campo Verde. Os pacientes tinham idade entre 16 e 76 anos. Nenhum caso foi registrado em Cuiabá.
 
A Febre Oropouche não é nova no Brasil, mas historicamente afetava apenas a população da região Norte do país. Em 2023, foram registrados 832 casos da doença no Brasil, sendo que nenhum deles foi em Mato Grosso.
 
A Febre Oropouche é classificada como um tipo de arbovirose, assim como a dengue, a zika e a chikungunya, mas não é transmitida pelo mosquito aedes aegypti. Os vetores dessa doença são conhecidos como “maruim” ou “porvinhas”.
 
Esses mosquitos se reproduzem em áreas úmidas e ricas em matéria orgânica. A recomendação é tomar cuidados com a limpeza urbana, saneamento e usar repelentes.
 
Em abril, a Prefeitura de Cuiabá já havia emitido um alerta para a população em razão do “risco crescente” da doença no país, assim como recomendado aos profissionais da rede que considerassem esse diagnóstico em caso de pacientes que testassem negativo para dengue, zika e chikungunya.
 
Os sintomas incluem: febre súbita, dor de cabeça, dor muscular, dor articular, tontura, sensibilidade à luz, náuseas, vômitos e, em casos mais graves, complicações no sistema nervoso central e manifestações hemorrágicas.(Repórter MT/Aparecido Carmo)

Este Portal de Notícias é uma publicação da SBC do Brasil - Agência de Notícias com o CNPJ 12.912.695/0001-67, e trata-se de uma empresa de direitos privados na área da Comunicação. INFORMAMOS a quem interessar possa, que, Todo e Qualquer Conteúdo e Imagens aqui publicados, exibidos neste portal de notícias e nesta página são de nossa inteira e total Responsabilidade.
A empresa franqueadora desta Plataforma ou a Cessionária da Rede não possuem nenhuma relação de Responsabilidade JURÍDICA para com as nossas matérias, artigos ou outras publicações. Caso haja alguma dúvida em detrimento a esta matéria ou outro conteúdo entre em Contato com a direção de nossa empresa através do E-mail 0 ou de nosso WhatsApp (65)993430927
COMO ENVIAR CONTEÚDOS
OUTROSSIM: Caso queira nos enviar qualquer conteúdo jornalístico, ele deve vir assinado por um jornalista ou o seu Autor e a(s) IMAGEM(ENS) deve estar com uma Autorização por Escrito por parte do Fotografo Autor da MESMA - Autorizando o USO (da publicação da mesma), pois, aqui respeitamos as Leis brasileiras e a Lei dos Direitos Autorais nacional e internacional.

Copyright© Todos os direitos reservados Rede SBC do Brasil - 2006 a 2918

Sites e Notícias em rede - se trata de um projeto patentiado no INPI

SBCW - Tecnologia web Agência digital