Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 19 de Agosto de 2022 - 14:25
31/10/2021 as 08:28:15 | Por Willian Silva |
Reeducandos participam de curso de Manutenção Agrícola em Várzea Grande
O curso possui carga horária de 40h e contou com a participação de 15 reeducandos
Fotografo: SSAP
O curso foi oferecido pelo Senar e ministrado na própria unidade

Um grupo de reeducandos do Centro de Ressocialização de Várzea Grande (CRVG) concluiu o curso de Manutenção de Tratores Agrícolas pela primeira vez em Mato Grosso. A capacitação é uma iniciativa da diretoria da unidade e resultado da união de diversas instituições a fim de oferecer um caminho promissor na ressocialização dos detentos.
 
Durante o curso, os reeducandos tiveram a tarefa de consertar um trator 4x4 disponibilizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) para auxiliar na limpeza e produção de hortifrútis no entorno do Centro de Ressocialização. O maquinário é fruto de uma apreensão realizada durante operações de combate ao desmatamento em Mato Grosso e precisava passar por reparos para funcionar.
 
Em parceria com o Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), a unidade pôde oferecer aos detentos um curso de mecânica agrícola que permitisse a eles fazer os reparos necessários do trator emprestado. Um instrutor do Senar esteve na unidade e ministrou o curso durante a manutenção do trator e, ao final, a máquina foi arrumada ficando pronta para auxiliar nas atividades da unidade.
 
Eles tiveram a oportunidade de aprender desde a operação do maquinário à mecânica agrícola conhecimento suficiente para ingressar no mercado de manutenção de máquinas agrícolas. “Ao final do treinamento eles terão total condições de executar a manutenção e as correções de um trator, além de operar a máquina”, disse o instrutor do Senar, Neomar Rossetti Colognese.
 
A dedicação dos reeducandos, chamou a atenção do instrutor que ministrou as aulas.  “Foi surpreendente como a gente encontra pessoas abertas e com boa vontade independente do passado. Ainda percebi a valorização de um treinamento desses, porque, por mais que eles estejam reclusos, aqui, eles têm a liberdade de discussão e crescimento profissional”, finalizou Neomar. 
 
Esta é a primeira vez que um curso dessa área é oferecido a pessoas reclusas, em Mato Grosso e por isso a diretoria está otimista quanto à possibilidade de ressocialização que os detentos podem alcançar. “Os empresários do mercado falam da falta de mecânicos na área agrícola e a partir do momento que o reeducando receber a liberdade é um caminho promissor a seguir”, disse o vice-diretor Kleberson Augusto dos Santos chefe de segurança e disciplina da unidade. 
 
Segundo o diretor do Centro de Ressocialização, Mário Torres Neto, a máquina será muito bem aproveitada na unidade. “Vamos utilizar para fazer manutenção e limpeza do entorno e da estrada que dá acesso a unidade; e também na produção de hortifrútis que poderão ser consumidos pelos próprios reeducandos”, comemorou o diretor.   
 
João Carlos que está na unidade há um ano e dois meses parabenizou a nova diretoria pela iniciativa. Ele também acredita que o curso pode abrir as portas de muitos reeducandos fora da unidade. “ Especificamente em Mato Grosso, que é um estado agrícola e cheio de oportunidades e que vem crescendo em todo país e por isso vai ajudar muito”, disse o reeducando.
 
As aulas começaram na última segunda-feira (25.10) e foram concluídas nesta sexta-feira (29.10) e contou com a participação de 15 reeducandos. O curso possui carga horária de 40h e foi realizado na própria unidade. Todos os reeducandos receberão o certificado de conclusão do curso oferecido gratuitamente pelo Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).
 
 
 
(Sesp-MT, Willian Silva)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil