Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 19 de Agosto de 2022 - 15:14
30/06/2022 as 06:40:22 | Por Marianna Peres |
Prefeitura de Várzea Grande quita folha salarial de junho
Por mais um mês, o Município segue de forma rigorosa o calendário de pagamento que define que os proventos sejam pagos antes da virada do mês, até o último dia útil.
Fotografo: Secom/VG
Prefeitura de Várzea Grande

A Prefeitura de Várzea Grande quita hoje, 30, a 17ª folha salarial da gestão do prefeito Kalil Baracat (MDB). Por mais um mês, o Município segue de forma rigorosa o calendário de pagamento que define que os proventos sejam pagos antes da virada do mês, até o último dia útil.
 
A folha de junho será especial para 78 colaboradores que no último dia 1º tomaram posse como servidores municipais, após aprovação em concurso público e receberão o primeiro salário. Ao todo, Várzea Grande estará efetuando o pagamento a cerca de 6 mil funcionários, injetando na economia local mais de R$ 35 milhões. Cifras essas que pontualmente são movimentadas antes da virada do mês, fomentando empresas – que podem se planejar para receber pagamentos e ampliar fluxo de caixa no período – e especialmente tranquilidade ao servidor que sabe que pode contar com salários em dia para melhor organização do orçamento doméstico.
 
O prefeito Kalil Baracat diz que a valorização profissional do servidor não pode ser expressada apenas com salário em dia. “Pagamento na data combinada é obrigação, dever do empregador. O que estamos fazendo aqui em Várzea Grande é buscar a valorização por completo. Chamamos todos os aprovados do último concurso e assim ampliamos a oferta de mão-de-obra no nosso sistema público municipal. A valorização do servidor passa pelas condições de trabalho, ampliação do quadro funcional e foca, especialmente na concessão dos Reajustes Anuais (RGA) e enquadramento e nivelamento das categorias. Abrimos o ano com reajuste de 7%, em seguida promovemos a elevação de nível de todos servidores até o último nível de direito. Trabalhamos agora para que o nivelamento por classe, por títulos, seja automático em Várzea Grande”.
 
O prefeito frisa que o calendário salarial, que é elaborado todo início do ano, é e será rigorosamente cumprido. “Nossos servidores podem planejar seu orçamento doméstico sem qualquer receio de ‘furos’, já que o salário cai em conta sempre no último dia útil do mês. O salário em dia é uma forma de mitigar os efeitos da inflação em dois dígitos que corrói o poder de consumo. Não abrimos mão dos investimentos, dos salários em dia e da garantia de direitos aos servidores”.
 
Kalil faz questão de ressaltar que embora haja adversidades no cenário macroeconômico, existe, dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), uma posição bastante confortável de Várzea Grande. “Mesmo ampliando os gastos com a folha ao cumprir diretos dos servidores como pagamento do RGA e do nivelamento funcional, posse de novos servidores, o nosso gasto com pessoal, incluindo a Administração Direta, quanto ao Departamento de Água e Esgoto (DAE) e o Instituto de Previdência (Previvag), representa 42,71% da receita. O limite prudencial é de 51,30% e o teto de gastos, conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), em 54%. Existe todo um esforço da gestão para garantir compromissos de campanha e manter o ritmo de investimentos”, pontuou o prefeito.(Marianna Peres | Secom VG)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil