Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(MT), Segunda-Feira, 14 de Junho de 2021 - 07:00
06/05/2021 as 09:13:34 | Por Assessoria | 736
PF deflagra operação contra tráfico internacional de drogas e cumpre mandados em Cuiabá e VG
Estão sendo cumpridos 38 mandados de prisão e 72 de busca e apreensão em nove estados
Fotografo: PF
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (6) a “Operação Grão Branco”

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (6) a “Operação Grão Branco”, para desarticular uma quadrilha de tráfico internacional de drogas. São cumpridos 38 mandados de prisão em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo, além de 72 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres. Destes, são 4 mandados de prisão em Mato Grosso, sendo dois em Cuiabá e mais dois em Várzea Grande.
 
As investigações tiveram início em janeiro de 2019, quando a Polícia Federal e o Grupo Especial de Fronteira – Gefron de Mato Grosso, apreenderam 495 kg de cocaína no município de Nova Lacerda. No curso da operação, foram realizados mais de 10 flagrantes com apreensão de aproximadamente 4 toneladas de cocaína, aeronaves e veículos utilizados no transporte e a prisão de mais de 20 pessoas envolvidas com o crime
 
Durante as investigações foram presas mais de 20 pessoas, com apreensão de cerca de 4 toneladas de cocaína. A ação desta quinta-feira é realizada em parceria com a Força Aérea Brasileira, Gefron, Polícia Rodoviária Federal e as Polícias Militares de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e São Paulo.
 
O líder da quadrilha morava na Bolívia e foi preso em 2020, após ser expulso do país vizinho. Mesmo com a prisão dele, sua família e outros integrantes do grupo continuaram a comandar a entrada de droga da Bolívia para distribuição no Brasil.
 
O nome da Operação – GRÃO BRANCO – deve-se ao transporte de grãos (soja, milho) do Estado de Mato Grosso para São Paulo para justificar as viagens das carretas que transportavam a cocaína.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil