Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 - 10:09
15/04/2021 as 08:08:05 | Por Lislaine Dos Anjos | 540
Dez cidades aplicaram mais de 75% das doses; Cuiabá só 55%
Ranking é atualizado semanalmente pela Secretaria de Estado de Saúde; VG está entre as 15 piores
Fotografo: Luiz Alves/Assessoria
Em Cuiabá, vacinação segue a passos lentos

Dez municípios de Mato Grosso já aplicaram mais de 75% das vacinas contra a Covid-19 recebidas do Governo do Estado, referentes a primeira e segunda doses (confira a lista completa no final da matéria).
 
Fora dessa lista, Cuiabá aplicou apenas 55% dos imunizantes recebidos. Em pior posição aparece Várzea Grande, que está entre os 15 piores municípios, com apenas 42% das doses aplicadas.
 
A lista dos municípios consta no ranking estadual divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) nesta terça-feira (13), baseado em dados do Ministério da Saúde.
 
Lideram a lista os municípios de Aripuanã (93%), General Carneiro (86%), Jaciara (86%), Rondolândia (81%), Planalto da Serra (81%), Juína (79%), Conquista D’Oeste (78%), Sorriso (78%), Alto Boa Vista (77%) e Nortelândia (76%). 
 
Ao todo, o Governo do Estado recebeu 618.760 doses das vacinas Coronavac e AstraZeneca do Ministério da Saúde e já distribuiu 617.084 aos 141 municípios do Estado, o que corresponde a 99,7% do total recebido.
 
Das 618.760 doses disponibilizadas aos municípios, as 141 prefeituras aplicaram 355.323 (57%), sendo 268.218 como primeira dose e 87.105 como segunda dose. 
 
Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem registrar as doses aplicadas nas aldeias localizadas em territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.
 
Distruibuição e remessas
 
De acordo com o Estado, cabe à SES fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), mas é o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe.
 
A definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população. Ou seja, estados com o maior número de idosos e profissionais de saúde recebem mais vacinas nesse primeiro momento.
 
Confira o ranking completo AQUI.
 
 
(Fonte: Lislaine dos Anjos, Midia News)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil