Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 - 10:45
30/05/2019 as 09:14:21 | Por G1 | 562
'Atirando o tempo todo em nossa direção', conta vítima de carro alvejado por policiais militares
No veículo também estavam o marido, dois filhos e uma amiga da família.
Fotografo: Reprodução/Redes Sociais
Carro com adultos e crianças é atingido por disparos feitos por policiais militares em Angra

"O tempo todo a gente acreditou que estava fugindo de bandidos. E quando a gente vê, estava sendo seguido e alvejado sem motivo algum por vários policiais". O relato é da jornalista que teve o carro atingido por disparos feitos por policiais militares na noite de terça-feira (28) em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio. No veículo também estavam o marido, os dois filhos, de 4 e 9 anos, e uma amiga da família.
 
Segundo informações da Polícia Civil, o caso aconteceu na Vila da Petrobrás. "Não sabia que era carro de polícia, porque não tinha identificação, sirene ligada, nada. (...) Eles vieram atirando o tempo todo em nossa direção", contou a vítima Soraia Moté.
 
Em depoimento à Polícia Civil, a família contou que eles saiam de uma confraternização na casa de amigos, quando foram surpreendidos por três viaturas da PM apagadas e no escuro. O motorista achou a atitude estranha e deu ré para voltar à residência. Com isso, os agentes atiraram contra eles. A parte da frente e a lateral do veículo foram atingidos. Ninguém ficou ferido.
 
Soraia disse ainda que não houve tiroteio na localidade. "Não houve troca de tiros com ninguém, nem com a gente, nem com bandido. Não havia bandido no local. Nós estávamos no bairro desde às 18h30. Ninguém ouviu disparo nenhum, em nenhum momento" explicou.
 
 
O Delegado da Polícia Civil, Celso Ribeiro, informou que as viaturas da PM e as armas foram apreendidas para realizar perícia. Disse ainda que está claro que os agentes agiram de forma inadequada em relação a iluminação das viaturas, a abordagem do condutor e, principalmente, por terem atirado no carro da família.
 
Os policiais prestaram depoimento na noite de terça e o caso é investigado pela delegacia de Angra.
 
Em nota, a Polícia Militar informou que os agentes foram acionados por conta de um tiroteio entre criminosos do bairro Monsuaba. Ao chegar no local, a PM teria sido recebida a tiros e houve confronto. O carro estaria no meio do tiroteio. Ainda segundo a PM, durante a abordagem, a família se assustou com os disparos e tentou fugir do local.
 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil