Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 - 10:13
14/04/2021 as 10:39:21 | Por Da Assessoria | 237
Após a reclassificação de risco, Rondonópolis decide reabrir comércio
As áreas públicas de lazer, como praças e parques permanecem fechados e impedidos de realizar qualquer tipo de aglomeração.
Fotografo: Prefeitura de Rondonópolis
Rondonópolis

O prefeito de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), José Carlos do Pátio (SD),  se reuniu com o Comitê de Gestão de Crise na noite desta terça-feira (13), após reclassificação de risco do município feita pelo governo do Estado de “muito alto" para "alto”, e definiu novas situações que estão descritas no novo decreto municipal.
 
De acordo com o que ficou aprovado pelo Comitê, o “toque de recolher” estipulado pelo decreto do Governo do Estado, permanece das 21h até as 4h59. As áreas públicas de lazer, como praças e parques permanecem fechados e impedidos de realizar qualquer tipo de aglomeração. Permanecem valendo todas as normas de saúde e biossegurança no controle da pandemia exigidos pela Vigilância Sanitária.
 
No entanto, houve flexibilização ao funcionamento dos estabelecimentos comerciais em geral que poderão abrir as suas portas de segunda a sábado até as 20h. Já os supermercados e mercados funcionarão de segunda a domingo, até às 20h.
 
Quanto aos bares, restaurantes e similares, não haverá restrição da lei seca, e estes poderão funcionar normalmente de segunda a sábado até às 20h e, domingo até às 14h, obedecendo a norma de distanciamento de 1,5 m entre as mesas, e 30% da taxa de ocupação. As escolas particulares, curso e faculdades poderão retomar as aulas presenciais com observação de 30% da capacidade das salas. Já as Igrejas poderão realizar cultos e missas de segunda a domingo até às 20h.
 
Ao final da reunião, o prefeito falou com a imprensa a quem agradeceu pelo empenho e solidariedade para com os interesses públicos, bem como elogiou a ajuda e empenho da Câmara Municipal, na luta pela liberação das 20 vagas de UTIs do Hospital Regional que, aliadas às 10 outras unidades recém-inauguradas pela Prefeitura no Hospital Municipal Antônio Muniz, contribuíram sobremaneira para o aumento da oferta de vagas aos pacientes com covid-19 na cidade e região e, consequente redução da classificação de risco da cidade de muito alto, para alto.
 
Um ponto interessante foi evidenciado pelo prefeito na reunião no que diz respeito a vacinação. Segundo ele “depois que se iniciou o processo de imunização na cidade, caiu bastante a procura por atendimento nas unidades de Sentinela, que atendem exclusivamente pacientes com sintomas gripais e/ou da Covid-19”.
 
“Avançamos um pouco, mas isso ainda não é o que esperamos! A situação continua grave e precisamos muito da cooperação da população para evitar aglomerações em casa ou na rua. Todos devemos praticar o distanciamento social e adotarmos cuidados essenciais como uso regular de máscara de proteção; e higienização com álcool gel e lavagem das mãos com sabão. Se todos ajudarem, em pouco tempo poderemos evoluir para a classificação de risco moderada e até leve”, disse o prefeito.
 
O novo decreto vai esclarecer com mais detalhes as novas medidas.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil