Fotografo: Davi C Valle
...
A implementação do sistema teve início em abril deste ano

 
 
 
Utilizar de meios tecnológicos para oferecer transparência, celeridade e comodidade aos cidadãos que buscam os serviços da Prefeitura de Cuiabá. Diante desse compromisso firmado pelo prefeito Emanuel Pinheiro no Plano de Governo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) começou o processo de informatização, por meio da implantação do sistema E-VISA, na Vigilância Sanitária (Visa) da Capital.
 
A implementação do sistema teve início em abril deste ano e, conforme a secretária de Saúde de Cuiabá, Elizeth Lúcia de Araújo, já está 50% concretizada. O próximo passo, segundo ela, será a implantação do sistema via online, no qual o cidadão poderá solicitar atendimentos como a entrada de processos para Licenciamento, emissão de Ordens de Serviço, inspeções programadas e de verificação de pendências, reclamações e denúncias que atualmente são realizadas estritamente por e-mail, telefone ou no órgão.
 
“Estamos trabalhando com muito afinco e, após estar 100% concluído, o novo sistema permitirá a solicitação, realização e acompanhamento dos serviços da Vigilância Sanitária via online. Tudo isso com atendimentos ágeis e oferecendo ao munícipe o conforto de realizá-lo de onde quiser. É mais um avanço tecnológico na SMS que vem para coroar a humanização dos serviços públicos na Cuiabá dos 300 anos, visando especialmente o bem estar e conforto da população cuiabana” frisou a secretária. 
 
Ao pontuar que o órgão também vem intensificando os trabalhos de fiscalizações e diminuindo os números de reclamações e denúncias, a médica veterinária e coordenadora da Visa em Cuiabá, Carolina Arruda Guimarães, ressalta que o E-VISA também contribuirá para que haja a desconstrução de algumas inverdades e mitos sobre a atuação da Vigilância, além de aumentar a procura pela regularização.
  
“O sistema online ajudará, sobretudo, a mostrarmos que não baseamos nosso trabalho em apenas multar estabelecimentos, mas também em cuidar para que eles se mantenham em conformidade com as legislações. Nosso principal objetivo é garantir a segurança da saúde da população”.
 
A coordenadora destacou que, prova disso são os avanços na diminuição dos atos negativos. “Para se ter ideia, de janeiro à primeira quinzena de agosto de 2016 foram registradas 402 reclamações. No mesmo período desta gestão, computamos apenas 309. Nos mesmos meses do ano de 2016 foram anotados 2016 pedidos de Licenciamento/Alvarás. Em 2017 o número foi superado em 516 pedidos, totalizando 2532. As inspeções de pendências programadas registraram 300 em 2016 e apenas 261, neste ano. Nas inspeções de verificações de pendências também houve uma grande redução de 490 em 2016, para 231 em 2017. Isso mostra que somos sim um órgão fiscalizador, com gestão plena na Capital, focados na prevenção à saúde dos cuiabanos”, finalizou.