Fotografo: Davi Valle
...
A substância possui a capacidade de quebrar a chamada “capa protetora” do vírus

Iniciada pela Prefeitura de Cuiabá na segunda-feira (4), a operação de desinfecção com drones utiliza na pulverização a mistura de água com cloreto de benzalcônio. Segundo a avaliação do setor de Vigilância em Saúde do Município, o produto é extremamente apropriado para as ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), por possuir alto poder de combate e longa duração nos ambientes aplicados. 
 
Conforme o diretor da Vigilância em Saúde, Benedito Oscar Campos, a substância possui a capacidade de quebrar a chamada “capa protetora” do vírus, inativando sua resistência rapidamente. Benedito explica que isso acontece por conta do produto pertencer à família dos quartenários de amônia, que são compostos químicos capazes de agir com grande eficácia no controle de bactérias, fungos e vírus. 
 
“Além disso, Ele possui um efeito residual, ficando no ambiente e cumprindo sua função de combater o vírus, por semanas e, às vezes, até meses. Juntando essa ação prolongada com sua singularidade de destruir, com maior agilidade, essa proteção do vírus, o nosso trabalho de enfrentamento à Covid-19 ganha mais eficiência e tem o seu desempenho dobrado”, completa o diretor. 
 
O serviço é realizado de segunda-feira a sábado, em aproximadamente 40 condomínios instalados em território cuiabano. O planejamento é de que os drones façam parte da operação pelo período de 90 dias. “Comunicaremos os dias e horários de atendimento de cada local. Nesse período, recomendamos que os moradores evitem transitar e, se possível, retirar os veículos das vias, para que nossa atuação seja completa”, orienta Benedito. 
 
O emprego de drones na desinfecção é uma sequência do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Município desde o mês de março. No primeiro momento, o serviço foi colocado em prática por meio do uso de seis borrifadores costais e, posteriormente, ganhou o reforço de dois caminhões-pipa. Com esse aparato, em pouco mais de 30 dias de operação, 377 ações de desinfecção já foram realizadas.
 
“A nossa luta contra o coronavírus não para. Por conta das medidas que adotamos, desde o início da pandemias, estamos obtendo resultados positivos no controle do contágio. Todavia, quanto melhor for os nossos indicadores mais vamos atacar a Covid-19. Com os drones, montamos um verdadeiro esquadrão de higienização para proteger a população. É dessa forma que vamos vencer essa guerra”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro. 
 
O secretário de Serviços Urbanos destaca que o momento exige que a Prefeitura atue em todo o território regional, como tem sido feito nos mais variados espaços públicos distribuídos pela cidade. “São condomínios, horizontais e verticais com grandes dimensões e uma rotatividade enorme de pessoas, onde não conseguiríamos fazer esse trabalho com os borrifadores costais e os caminhões-pipa”, afirma o gestor.