Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Quinta-Feira, 25 de Fevereiro de 2021 - 19:12
30/11/-0001 as 00:00:00 | Por Da Assessoria | 1145
TCE irá reanalisar pedido de intervenção em Santo Antonio do Leverger
"De Valdir para Valdir o último acusa o seu antecessor de ter desaparecido com documentos contábeis, e justifica a não prestação de Contas"
Fotografo: Divulgação
Prefeito Valdir Ribeiro (ex-prefeito de Leverger), acusado de dar sumiço em documentos contábeis

O Tribunal de Contas de Mato Grosso irá reanalisar decisão do Pleno de representar ao governador Pedro Taques pela intervenção em Santo Antonio do Leverger. O anúncio foi feito pelo presidente do TCE, conselheiro Antonio Joaquim, após audiência com o prefeito de Santo Antonio, Valdir Pereira de Castro Filho, nesta quarta-feira (21.12). O gestor entregou a documentação solicitada pelo TCE, por meio físico, e protocolou na instituição um pedido para que o parecer negativo emitido pelo Pleno seja reanalisado.
 
O julgamento das contas de governo de Santo Antonio do Leverger ocorreu em sessão extraordinária na sexta-feira (16.12), quando o Pleno decidiu pela emissão de parecer negativo, tomada de contas e intervenção, em razão do gestor, Valdir Pereira de Castro Filho, não ter prestado contas ao TCE.
 
Na reanálise, a intenção do presidente é examinar o caso de Santo Antonio do Leverger juntamente com o de outras cinco cidades que apresentaram problemas com a prestação de contas de governo referentes a 2015. São elas: Pedra Pedra, Vale de São Domingos, Barão de Melgaço, Ribeirãozinho e Poconé.
 
 
Valdir Ribeiro, prefeito do município de Santo Antônio do Leverger. O prefeito justificou o motivo de não ter enviado, por meio do Sistema Aplic, em tempo hábil, as contas mensais da prefeitura no ano passado. Ele lembrou que o prefeito Valdir Ribeiro, seu antecessor, foi alvo de uma investigação da Delegacia Fazendária e acabou cassado em outrubro de 2015.
 
"Quando assumi a prefeitura, toda documentação contábil havia se extraviado, uma parte foi apreendida pela Defaz e Gaeco e outra o prefeito cassado levou. Tive que reconstituir a contabilidade de uma administração da qual não participei. Foi muito difícil, pois não tínhamos estrutura e nem pessoal para um trabalho tão extenso e complexo. Agora pedimos que os conselheiros reconsiderem o parecer negativo", argumentou.
 
Dr Valdir Ribeiro (prefeito cassado em Leverger), tentamos ouvi-la mas o seu celular estava desligado.

"Nos outros cinco municípios também ocorreram problemas de força maior que impediram seus gestores de cumprirem os prazos limites para entregarem ao TCE as prestações de contas. O colegiado do Tribunal decidiu então suspender o julgamento do mérito das contas e determinar uma Tomada Especial de Contas de Governo em cada um deles. Entendo que o mesmo deve ocorrer no caso de Santo Antonio de Leverger", disse o conselheiro Antonio Joaquim.

Nós da "SBC Brasil" ao reproduzir este conteúdo, ligamos no celular do ex-prefeito Valdir Ribeiro para ouvir a sua versão sobre o caso, seu aparelho se encontrava desligado.

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil