Fotografo: Priscila Zambotto/Getty Images
...
Impostômetro da Fecomércio-MT, registrou no primeiro dia de novembro, o valor de R$ 28 bilhões

O Impostômetro da Fecomércio-MT, registrou no primeiro dia de novembro, às 16h30 horas, o valor de R$ 28 bilhões pagos pelo contribuinte em Mato Grosso ao governo estadual em forma de impostos, taxas e contribuições. O montante acumulado desde o início do ano de 2019 é 5,8% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.
 
Já a capital do Estado soma R$ 655.085 milhões arrecadados em impostos municipais. Em relação a 2018, a quantia acumulada é 8,5% maior, pois neste mesmo período, Cuiabá contabilizava aproximadamente R$ 604.296 milhões pagos em contribuições financeiras imposta pelo município.
 
Na semana passada, o país atingiu a marca de dois trilhões de reais arrecadados em tributos. O valor alcançou a montante 14 dias antes do estabelecido em 2018. Já nesta sexta (dia 1º), no mesmo horário, o país já havia somado mais de R$ 2.067 trilhões pagos pela população brasileira à União, estados e municípios.
 
O levantamento utilizado das arrecadações federais é da Receita Federal do Brasil, Secretaria do Tesouro Nacional, Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União, e IBGE. As receitas dos estados e do Distrito Federal são apuradas com base nos dados do CONFAZ – Conselho Nacional de Política Fazendária, das Secretarias Estaduais de Fazenda, Tribunais de Contas dos Estados e Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda.
 
As arrecadações municipais são obtidas através dos dados da Secretaria do Tesouro Nacional, dos municípios que divulgam seus números em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal, dos Tribunais de Contas dos Estados. (O livre)
 
(Com assessoria)