Fotografo: Adir Ribeiro/ Arquivo pessoal
...
Crime foi presenciado por vários passageiros que estavam no terminal de ônibus

O jovem Renan Antônio do Nascimento, de 23 anos, foi condenado por matar o namorado da ex-namorada dele, em julho de 2014, dentro do banheiro do terminal de ônibus do Bairro CPA 1, em Cuiabá.
 
Renan foi condenado pelo Tribunal do Júri na quinta-feira (4). Ele deve cumprir a pena de 15 anos de prisão em regime fechado na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, onde já estava antes do júri.
 
O G1 tenta localizar o advogado do acusado.
 
De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), o crime ocorreu no dia 28 de julho. Cristian Gleydson Castro Rodrigues, de 20 anos, foi assassinado no banheiro do terminal.
 
As investigações apontaram para um crime passional motivado por ciúmes excessivo de Renan em relação à ex-namorada, à época de 16 anos.
 
O réu não teria aceitado o final do relacionamento, nem suportado fato de ver a vítima a ex-namorado trocando carícias no terminal de ônibus.
 
 
Renan tinha 18 anos quando esfaqueou Cristian três vezes, que morreu no local. Mesmo ferido o rapaz conseguiu sair do banheiro e indicou o autor da facada, que foi imobilizado por testemunhas no próprio terminal.
 
O réu, por sua vez, saiu do banheiro com a faca em punho, calmamente, dizendo ter sido assaltado, e passou a fazer ligações no celular, sendo preso em flagrante.
 
 
Ele e a vítima namoraram durante o período de um ano e seis meses, namoro que foi rompido aproximadamente uma semana antes do fato, devido ao ciúme excessivo do réu, quando a adolescente já estava iniciando um novo relacionamento com a vítima.