Fotografo: Biju Boro/AFP
...
Após dez dias de chuvas torrenciais no país, parque nacional de Kaziranga ficou 40% alagado

 
Inundações devastadoras acabaram com a vida de mais de 200 animais selvagens, inclusive 17 rinocerontes de um chifre, espécie ameaçada de extinção, em um parque nacional da Índia, informaram nesta quarta-feira (24) as autoridades do país.
 
Quase metade do parque nacional de Kaziranga, em Assam (nordeste), ficou alagado após dez dias de chuvas torrenciais, que também causaram a morte de mais de 70 pessoas.
 
O local, classificado como patrimônio mundial pela Unesco, conta com a maior população do mundo de rinocerontes de um chifre, e atrai anualmente milhares de turistas.
 
O parque foi castigado por chuvas e os trabalhadores temem que o balanço de animais mortos aumente. Até agora, 40% da área total da reserva está debaixo da água.
 
O diretor do parque, P. Sivakumar, explicou à AFP que 205 animais, entre eles 17 rinocerontes, um elefante, 112 cervos-porcos-indianos, 12 sambares (outro tipo de cervo), sete cervos-do-pantanal, dois búfalos, 18 javalis e três porcos-espinhos.
 
Além disso, Sivakumar disse que outros 16 cervos-porcos-indianos e sambares foram atingidos por carros quando tentavam cruzar uma rodovia que cruza Kaziranga.
 
Sivkumar indicou que os animais estavam começando a voltar para o parque. "A situação está melhorando gradualmente", declarou.
 
Em um momento dado, o parque chegou a ficar alagado em 90%.
 
Chuvas torrenciais inundaram mais de 4 mil localidades em toda a região, pressionando centenas de milhares de pessoas a se deslocarem para campos de emergência. Mais de 650 pessoas morreram em Índia, Nepal, Bangladesh e Paquistão por causa das fortes chuvas.