Fotografo: Divulgação
...
Sara Moore ficará presa até o julgamento.

Uma professora casada foi presa, no último final de semana, por dez acusações de abuso sexual contra um adolescente de 14 anos. Os crimes aconteceram na Flórida, Estados Unidos.
 
Sara Moore, 35 anos, professora na escola St Cloud Middle, foi levada sob custódia da polícia no último domingo (3), um dia depois de os pais da vítima descobrirem o relacionamento ilícito de três meses.
 
Em depoimento, o pai do adolescente afirmou que chamou as autoridades depois de encontrar um pacote de camisinhas e mensagens sugestivas para a professora durante a véspera de ano novo.
 
Entre as mensagens amorosas descobertas na rede social, o jovem dizia: "Eu só quero estar com você". Quando questionado sobre as provas do relacionamento, o adolescente chorou e disse que a mulher não tinha culpa de nada.
 
A vítima, que era amigo dos filhos de Sara Moore, revelou que ela e a professora tiveram cerca de 25 encontros sexuais dentro de um carro e na casa da mulher. Os investigadores recolheram um cobertor que eles acreditam conter o DNA da vítima e também uma lingerie. 
 
A polícia acredita que a relação entre o menino e a professora tornou-se sexual em Outubro de 2015. Quando os detetives questionaram a professora, ela disse que o adolescente de 14 anos era como seu "filho adotivo", mas absteve-se de comentar as acusações de agressão sexual que têm sido feitas contra ela.
 
Sara Moore ficará presa até o julgamento.