Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(MT), Sábado, 25 de Setembro de 2021 - 01:09
13/09/2021 as 09:32:57 | Por RUAN CUNHA | 212
Primeira-dama pede mais atenção nos quadros depressivos e foca na atuação da prevenção
O chamado setembro amarelo é uma campanha direcionada à conscientização sobre a prevenção do suicídio
Fotografo: Da Assessoria
A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro

A primeira-dama Márcia Pinheiro tem buscado o apoio da Prefeitura de Cuiabá, durante o mês de setembro, para chamar a atenção para os quadros depressivos que acarretam em tentativas de suicídio muitas vezes fatais.
 
O chamado setembro amarelo é uma campanha direcionada à conscientização sobre a prevenção do suicídio e busca alertar a população a respeito da realidade que assola famílias no Brasil e no mundo.
 
Segundo ela, é preciso desmitificar na sociedade o tabu que o suicídio ainda emana nas pessoas, principalmente sob o ponto de vista delicado dos casos de atentado com a própria vida que pode ter razões diversas.
 
“É preciso que as instituições sensibilizem a sociedade para uma perspectiva menos amedrontada e mais acolhedora, onde o sofrimento alheio seja, antes de tudo, escutado para possibilitar intervenções”, frisou.
 
A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, com o apoio do Núcleo de Apoio da Primeira-dama, irá promover atividades como rodas de conversas, palestras e oficinas nas unidades socioassistenciais.
 
Os usuários do Centro de Referência de Assistência Social da região do bairro Praieiro participarão da oficina sobre a temática do suicídio. O evento será coordenado pela equipe técnica da Proteção Básica Especial da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência.
 
“Levar informação é fundamental porque a ausência desse conhecimento popular, em meio à nossa sociedade, gera um grande descompasso entre as necessidades daquele que apresenta a ideação suicida e a tomada de atitudes das pessoas de seu convívio”, elencou Márcia. 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil