Fotografo: Arquivo Pessoal
...
Valdir Farinha, de 60 anos, era presidente do Conseg de Rondonópolis

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, Valdir Farinha, de 60 anos, foi morto a tiros na noite dessa quarta-feira (12) ao ser abordado na porta de casa por um suposto assaltante.
 
Segundo a Polícia Militar, Valdir conversava com a mulher dele e um casal de amigos na frente da residência dele, no bairro Monte Líbano.
 
O assassinato foi registrado por câmeras de segurança.
 
Um homem se aproxima a pé, saca e uma arma e anuncia o assalto. Ele teria pedido o carro que estava próximo do grupo.
 
Valmir, que tinha uma arma na cintura, reagiu e foi baleado. Um amigo dele também foi baleado. O suspeito foge em seguida a pé sem levar nada.
 
Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada, mas Valmir não resistiu. O amigo dele foi socorrido por testemunhas.
 
De acordo com a PM, três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com esse crime. Dois homens e uma mulher. Além disso, uma adolescente de 16 anos foi apreendida.
 
A PM disse que depois desse crime o grupo roubou um carro para fugir. Essas quatro pessoas teriam dado apoio na fuga do atirador, mas o homem que aparece nas imagens atirando ainda não foi preso.
 
Valmir é ex-presidente da Federação do Conselho de Segurança Pública (Feconseg) e atual presidente do Conseg da área central de Rondonópolis.
 
O Conseg é um órgão que auxilia as forças de segurança no trabalho de combate a criminalidade nos bairros.
 
Natural de São Paulo, Valdir era casado, tinha três filhos e três netos. (Denise Soares e Murilo Rincon, G1 e TV Centro América)