Fotografo: Jany Junior - ECSP
...
Dentre os principais objetivos estão a formação de médicos especialistas nas áreas de ortopedia e traumatologia

Totalmente público, o Programa está sendo coordenado pela Comissão de Residência Médica da Empresa Cuiabana de Saúde – COREME/ECSP e também irá contemplar o Hospital Municipal São Benedito. A Ata de Composição foi publicada pela diretoria da ECSP em 12 de agosto. Dentre os principais objetivos estão a formação de médicos especialistas nas áreas de ortopedia e traumatologia e ainda em medicina intensiva – sendo esta última de fundamental importância para pacientes de urgência e emergência, com estados de saúde agravados. 
 
O Programa, que possui como diferencial o Termo de Compromisso de pagamento de bolsa aos futuros residentes, foi apreciado nesta segunda-feira (14) por técnicos da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) e da Comissão Estadual de Residência Médica (CEREM-MT). Além da avaliação, os examinadores checaram documentos e vistoriaram as instalações do HMC e do São Benedito, para saber se ambos estão de acordo com os requisitos exigidos pelo Ministério de Saúde e Ministério da Educação – MEC. 
 
De acordo com o médico cirurgião e coordenador da Comissão de Residência Médica COREME/ECSP, Dr. Alberto Bicudo Salomão, a próxima fase deve acontecer em Brasília – DF, durante reunião plenária da CNRM. “Após essa visita do setor de Residência Médica do MEC, que por meio da Comissão Estadual vieram às duas unidades hospitalares do município para avaliar as estruturas e as documentações necessárias, o próximo passo é aguardarmos a apreciação da CNRM em Brasília, durante reunião ordinária, que deve acontecer no final de novembro. Havendo a aprovação, receberemos a autorização para a abertura dos dois Programas de Residência - que consistem na especialização exclusiva para médicos na modalidade lato sensu que constitui padrão ouro na formação de especialistas na medicina brasileira. E uma vez que há a constatação deste modelo de excelência, os órgãos responsáveis autorizam a abertura dentro dos parâmetros do Ministério da Saúde”, explicou o coordenador. 
 
Segundo o coordenador administrativo da ECSP, Edson Moura o COREME/ECSP segue a determinação de valorização e respeito ao servidor e aos pacientes, preconizados pelo prefeito Emanuel Pinheiro. “Além de ofertarmos especializações para os profissionais da medicina cuiabana, que passam a contar com mais uma opção, mas desta vez 100% do nosso município e com o compromisso de pagamento de bolsas, avançamos na oferta de atendimentos cada vez mais humanizados à população. Com isso, seguimos o padrão de qualidade determinado pelo prefeito Emanuel Pinheiro a todos os que buscam trabalhar e ser atendidos pelas unidades de saúde de Cuiabá”, frisou. 
 
Com o COREME/ECSP, o HMC que já é considerado case de sucesso pelo Ministério da Saúde torna-se uma referência ainda maior para a medicina brasileira. Um título que deverá somar ainda mais com a virada de página da Saúde, segundo Pinheiro.
 
“Esse trabalho que também se tornará referência não apenas para Mato Grosso, mas para outros estados, coroa os esforços que estamos fazendo para virar a página da Saúde em Cuiabá e demostra que estamos no caminho certo. Um trabalho que começou com um sonho que não só está sendo entregue à população cuiabana em projeções gigantescas, mas que está levando toda a garra do nosso povo como uma Cuiabá que dá certo e que começa a deixar pra trás uma Saúde deficitária para dar lugar a 20 anos de avanço no SUS de Cuiabá como case sucesso brasileiro”, finalizou o prefeito. 
 
Além do coordenador Dr. Alberto Bicudo Salomão, participam da criação do COREME/ECSP o diretor técnico da ECSP, Antônio Kato que atua como representante institucional no Programa, dois supervisores, sendo o Dr. Renan Bumlai e o Dr. Alfredo Escalante respectivamente, representando a área de ortopedia e medicina intensiva e ainda o secretário geral que é representado pelo assessor técnico da ECSP, Jany Junior.