Fotografo: Vicente Aquino
...
Na sexta-feira (7), foi realizado um ato simbólico, na Praça Alencastro

A prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria municipal da Mulher, deu início a programação do Agosto Lilás, que tem como objetivo conscientizar a sociedade para o fim da violência contra a mulher. Na sexta-feira (7), foi realizado um ato simbólico, na Praça Alencastro, homenageando todas as vítimas de violência doméstica e de feminicídio.
 
Neste ano, devido às medidas restritivas de saúde, a maior parte da programação será desenvolvida por meio de eventos online gratuitos, com transmissão simultânea em plataformas digitais, como lives e rodas de conversas. Além da programação virtual, será entregue a Ludoteca, ambiente pensado para os filhos das mulheres vítimas da violência doméstica, que procurarem o Espaço de Acolhimento, localizado no Hospital Municipal de Cuiabá, plantio de mudas de árvores, dentre outras.
 
De acordo com a secretária da Mulher, Luciana Zamproni, a intenção é usar a tecnologia para alcançar e sensibilizar toda a sociedade, para que se engajem na campanha de prevenção e combate. “Hoje, a campanha faz-se ainda mais necessária, pois intensifica a divulgação sobre a Lei Maria da Penha e promove maior discussão sobre violência doméstica”, afirma.
 
Ela ainda pontua que um dos maiores problemas da violência contra a mulher é a falta de informação, tanto das pessoas que vivenciam diretamente o problema quanto dos vizinhos e familiares que não denunciam. “Então, o que podemos fazer é levar cada vez mais informação para diminuir números alarmantes de mulheres sendo agredidas diariamente”, finaliza.
 
Confira a programação do Agosto Lilás:
 
Dia 07.08 às 15h – Ato simbólico contra a violência doméstica e em favor aos avanços da lei Maria da Penha.
 
Dia 08.08 as 20h - 14 anos da lei Maria da Penha: Avanços e Desafios
 
A live será com a secretária adjunta da secretaria da Mulher, Ana Emília Iponema
 
Dia 12.08 as 15h30 - Entrega da Ludoteca- Local: Espaço de Acolhimento- HMC/ Um espaço lúdico, educativo, recreativo e cultural, especialmente pensados para crianças e adolescentes, tendo como primeira função a de lhes restituir o espaço e o tempo para brincar, livremente.
 
Dia 12.08 as 19h30 - A autoestima no combate a violência doméstica
 
A live será com a secretária da Mulher, Luciana Zamproni e Mariana Vidotto ativista e sobrevivente a violência doméstica. 
 
Dia 14.08 as 8h - Local: Rodovia Emanuel Pinheiro - “Salve vidas e plante amor”, plantio de mudas de árvores em homenagem as mulheres vítimas da violência doméstica.