Fotografo: Michael Melo/Metrópoles
...
Criminosos reagiram atirando contra policiais

Uma operação policial contra a milícia, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, terminou com 12 suspeitos mortos. O grupo foi interceptado na noite dessa quinta-feira (15/10), na Rodovia Rio-Santos.
 
Segundo informações do portal G1, o chefe da milícia de Itaguaí, Carlos Eduardo Benevides Gomes, está entre os mortos. Mais conhecido como Cabo Benê, o ex-PM era um dos homens mais procurados do estado.
 
Os milicianos teriam dado início ao tiroteio assim que foram abordados. Na troca de tiros, um policial acabou atingido, mas foi salvo porque usava um colete à prova de balas. Com os criminosos, foram apreendidos fuzis, metralhadoras, granadas, pistolas e munição.
 
O delegado de Planejamento e Integração Operacional da Polícia Civil do Rio, Rodrigo Oliveira, disse ao G1 que o comboio era formado por milicianos ligados a Danilo Dias Lima, conhecido por Tandera.
 
Eles vinham sendo monitorados pelo serviço de inteligência da força-tarefa. Os investigadores detectaram frequente movimentação entre a zona oeste do Rio e a Baixada Fluminense, para onde o grupo tentava expandir seu alcance.
 
Além das armas apreendidas, a polícia recuperou carros roubados e clonados que eram usados pelo grupo.