Fotografo: Wikimedia Commons
...
Antiga residência presidencial abrigará médicos que lutam contra a covid-19

A antiga residência dos presidentes do México será transformada em abrigo para médicos que combatem o coronavírus, informou o governo na segunda-feira (5).
 
O Complexo Cultural Los Pinos serviu como casa presidencial de 1934 a 2018 no país e recebeu 13 dos últimos 14 presidentes mexicanos e está localizado no lendário Bosque de Chapultepec, na Cidade do México.
 
O Instituto Mexicano de Seguridade Social (IMSS) e o Ministério da Cultura participaram em conjunto na reconversão do espaço.
 
Na segunda-feira, durante a conferência de imprensa do presidente Andrés Manuel López Obrador no Palácio Nacional, o diretor do IMSS, Zoé Robledo, explicou que "a ideia era encontrar espaços que pudessem ter áreas de descanso, alimentação e banheiro, com tudo o que aqueles que estão na linha de frente da batalha merecem”.
 
Espaço para até 100 profissionais
 
O diretor disse que, a partir desta semana, o local será ocupado por 58 médicos e funcionários de enfermagem da Seguridade Social que estão participando da crise, principalmente de três locais: o Centro Médico Nacional La Raza, o Centro Médico Nacional do Século XXI e o Hospital Geral da Tlatelolco, todos na capital mexicana.
 
Robledo garantiu que o local está pronto para receber até 80 pessoas, ou seja, mais 22 pessoas que chegarão nesta semana, e com a possibilidade de crescer para 100 lugares.
 
O IMSS, disse ele, "está perguntando quem está interessado. Hoje os primeiros estão entrando e acreditamos que será um bom lugar para eles".
 
O funcionário explicou que o pessoal que reside no local será monitorado quanto a possíveis sintomas da doença, além de apoio emocional para os dias exaustivos e intensos durante os estágios mais críticos da emergência de saúde.
 
Serviço completo e área de lazer
 
Os espaços permitidos em Los Pinos são a Casa Miguel Alemán, Cabana Número Dois, três quartos da antiga Casa Civil Presidencial, a sala de jantar de Molino del Rey, o antigo heliporto e os campos de futebol como espaços de lazer.
 
As áreas para homens e mulheres são separada e o local terá comida, área de serviço e troca de roupa de cama, limpeza e desinfecção de quartos e áreas comuns, fornecimento de suprimentos e produtos de limpeza.
 
Os motivos dos médicos
 
Robledo explicou que, para tomar essa decisão, foi realizada uma pesquisa interna para descobrir quem estaria interessado neste serviço de hospedagem e o resultado foi que 86% da equipe manifestou interesse.
 
Entre as principais razões pelas quais optaram por essa alternativa, estão a redução do tempo de deslocamento de casa para a unidade médica em que trabalham, evitam infectar os membros da família que fazem parte de grupos vulneráveis ​​e preservam sua segurança.
 
Em meados de abril, o governo da Cidade do México informou que chegou a um acordo com os proprietários do hotel para oferecer à equipe médica quartos gratuitos perto de unidades médicas durante a pandemia do coronavírus.
 
No início do programa, eles haviam registrado 175 hotéis com mais de 1.500 quartos disponíveis.
 
A mudança de Obrador
 
Quando Andrés Manuel López Obrador se tornou presidente do México, ele transformou Los Pinos em um centro cultural. Atualmente, ele vive no Palácio Nacional, onde oferece uma conferência pela manhã de segunda a sexta-feira.
 
 
 
 

Residência tem espaço para abrigar até 100 profissionais de saúde

Presidência do México/EFE - 4.5.2020