Fotografo: Reprodução/Praia Grande Mil Grau
...
Menina de 8 anos morreu após ser deixada sozinha em casa pela mãe e sofrer um refluxo

A Polícia Civil investiga a morte de uma menina de oito anos em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ana Carolina Vieira de Almeida foi encontrada morta pelo pai dentro da casa em que morava no último domingo (28). Segundo familiares, a criança era deficiente física e foi deixada sozinha pela mãe, que saiu para ir a uma balada. A suspeita é que ela tenha morrido engasgada.
 
De acordo com testemunhas, a mãe deixou a menina e os dois irmãos mais novos sozinhos dentro de casa, na Rua Afrânio Peixoto, no bairro Esmeralda, para ir para uma festa. Ela saiu na noite de sábado (27) e, pela manhã, o pai das crianças, que é separado da mulher, notou a ausência da ex-companheira e foi procurá-la. Foi quando ele encontrou a filha já morta.
 
"Ele está muito triste, amava demais a menina. A Ana não andava, nasceu sem poder andar e mesmo assim ela sempre deixava eles sozinhos para ir curtir", diz a prima do pai das crianças, Bruna Almeida. O G1 tentou contato com a mãe das crianças mas, até a publicação desta reportagem, não houve retorno.
 
A menina morreu após ter um refluxo durante a madrugada. "Ela estava sozinha com os irmãos, não tinha quem ajudasse ela. Além da Ana, ela tem outros dois filhos e um é autista. Deixou as três crianças sozinhas, é um absurdo. Queremos justiça."
 
 
Os familiares contam que os dois filhos recebem uma pensão no INSS e afirmam que a mãe, de 38 anos, gasta todo o dinheiro em festas. Desde que saiu de casa no sábado, a mulher não foi mais vista.
 
O caso foi registrado na Delegacia Sede de Praia Grande, onde segue sob a investigação da Polícia Civil. De acordo com o delegado responsável pelo caso, a mãe deverá responder por abandono de incapaz.