Fotografo: Cristiano Mariz/VEJA
...
O ministro da Educação, Abraham Weintraub

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou na manhã desta segunda-feira (30) a liberação de R$ 1,8 bilhão do orçamento do MEC (Minsitério da Educação) que foram bloqueados no primeiro semestre.
 
Universidades e institutos federais receberão R$ 1,15 bilhão.
 
"Os recursos já estão disponíveis para as universidades federais e para os demais programas", afirmou Weintraub.
 
Conforme informou a a secretária-adjunta Executiva, Maria Fernanda Bittencourt, desse valor descontingenciado, além dos recursos que seguem para as universidades federais, R$ 270 milhões seguem para bolsas capes, R$ 100 milhões para os exames da educação básica realizados pelo Inep e R$ 260 milhões para o programa de livros didáticos.
 
"Está liberada a totalidade de recursos para o programa, as licitações já foram feitas até agora e garantimos que os livros possam ser distribuídos no próximo ano", diz Maria Fernanda. 
 
O restante do valor, cerca de R$ 3,8 bilhões, que ainda está congelado, deve ser desbloqueado até o fim do mês de outubro.