Fotografo: Da Assessoria
...
O deputado Max Russi (PSB)

O deputado Max Russi (PSB) voltou a cobrar do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), nessa semana, a construção de áreas de escape em pontos considerados críticos da BR-364/163, região da Serra de São Vicente. Essa mesma cobrança havia sido feita pelo parlamentar em 2018.
 
No inicio desse ano a Superintendência Regional do DNIT havia informado que uma equipe técnica já estaria elaborando um projeto de implantação desses “refúgios”, disponibilizados a veículos de grande porte, que tenham dificuldades nas frenagens de urgência em descidas, no trecho entre Rondonópolis e Cuiabá.
 
“Eu já fiz essa cobrança no ano passado e nesse ano eu continuo fazendo esse pedido. Passo nessa rodovia quase todos os fins de semana, quando vou a Jaciara ou região sul. Vejo o risco que os motoristas correm, por isso estou insistindo nesse pedido”, justificou o parlamentar.
 
O texto de justificativa da  Indicação nº 441/2018, de autoria do deputado Max Russi, alega que na região, hoje administrada por uma concessão, circulam a média de onze mil veículos diariamente, salvo em períodos de safra, quando esse número aumenta consideravelmente. 
 
Outros fatores apontados por Russi são quanto aos radares, que atualmente estão desativados, a pouca sinalização e os guard-rails danificados no decorrer das pistas.
 
“Por mais que seja duplicado, esse é um trecho onde acontecem muitos acidentes. Na maioria das vezes em que passo por ali, sempre tem algum veículo que se acidentou, até em virtude do tráfego pesado”, complementou.
 
Outra, das rodovias federais mencionadas nas proposições do deputado Max Russi, durante a semana, é a BR 158, entre Confresa e Porto Alegre do Norte. Conforme moradores da região, aquele percurso apresenta sérios problemas estruturais, com muita poeira em épocas de seca e atoleiros em períodos chuvosos.
 
Na BR 242 o tráfego pesado desgastou boa parte da via. O mesmo tem acontecido com a BR 080, próxima ao Distrito de Espigão do Leste. 
 
Rodovias estaduais 
 
O prefeito de Novo Santo Antônio, Adão Brechó (PRB), também procurou o deputado Max Russi. Ele alega que, apesar das obras de MT-322 já estarem sendo finalizadas, um trecho de 800 metros foi deixado sem a preparação para pavimentação. 
 
“Adão me relatou que já enviou um projeto ao governo, solicitando a conclusão daquele trecho. Por isso estou reforçando esse pedido”, complementou o parlamentar. 
 
Em abril desse ano o deputado participou de uma reunião envolvendo a Associação de Manutenção da MT-129 e Extensão (Amex) e governo do estado, no encaminhamento das tratativas sobre a proposta de parceria público-privada, que busca a pavimentação ligando Gaúcha do Norte a MT-020. 
 
Na época, Max Russi se comprometeu em reunir as principais lideranças locais, para dar sequência aos encaminhamentos. "São muitos anos de luta, que os moradores dessa região promissora têm enfrentado. Vamos nos empenhar, para que isso seja logo resolvido", assegurou.