Fotografo: Reprodução/TV Globo
...
Mulher caiu da Brocumela, uma mini montanha-russa

 
Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Santo André apontou que a causa da morte da mulher que caiu de um brinquedo no Parque Cidade da Criança, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, foi traumatismo craniano.
 
Ilma Pereira de Souza, de 40 anos, acompanhava a filha no brinquedo conhecido como "Brucomela" no dia 24 de julho quando caiu e bateu a cabeça em um ferro, segundo a administração do parque.
 
Testemunhas afirmaram que a mulher passou mal enquanto ainda estava no brinquedo, mas o exame necroscópico apontou a queda como a causa da morte.
 
O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para socorrer a vítima. Ela foi levada inconsciente pelo Samu ao Hospital Mário Covas, em Santo André, mas não resistiu aos ferimentos.
 
A polícia abriu um inquérito para investigar se houve homicídio culposo. O caso está sendo investigado no 1º DP de São Bernardo do Campo.
 
Em nota na época do fato, o Parque Cidade da Criança disse estar solidário aos familiares e acrescentou que aguardava laudos periciais e médicos para que o incidente fosse completamente esclarecido.
 
"Em seus mais de 50 anos de história, este é o primeiro incidente registrado no Cidade da Criança. O parque preza e sempre prezou pela segurança de seus visitantes, com um rígido calendário de manutenção e avaliação das condições de funcionamento dos brinquedos. O Cidade da Criança reitera este compromisso e está à disposição das autoridades", diz a nota.
 
A Polícia Civil fez a perícia no brinquedo e o liberou. A Prefeitura de São Bernardo informou que o parque tinha Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) para funcionar, bem como laudos dos brinquedos, fiscalização e normas de funcionamento.