Fotografo: Arquivo pessoal
...
João Vitor Santos sumiu no último sábado (6) ao entrar no mar em Ubatuba

O jovem João Vitor dos Santos, que está desaparecido no mar em Ubatuba (SP) desde o fim de semana, trabalhava como instrutor de surfe no Guarujá, onde mora, e foi ao litoral norte para gravar vídeos para sua página de esportes na web. Ele tem 20 anos e sumiu nas ondas no último sábado (6). Equipes dos bombeiros buscam o esportista.
 
O jovem praticava bodyboard com amigos na praia da Sununga, quando foi arrastado por uma onda por volta das 16h30 - o mar estava revolto, com ondas grandes. O momento do incidente foi flagrado por um comerciante que fazia imagens da prática do esporte no local. (veja o vídeo abaixo)
 
Após o sumiço, os bombeiros foram acionados e seguiram em busca no local e praias da região central até à noite. No domingo as buscas continuaram e foram retomadas nesta segunda-feira (8), às 7h.
 
O jovem é do Guarujá e, segundo a família, atua há três anos como instrutor de surfe em praias da região. Nas folgas ele costumava ir para Ubatuba para prática do esporte e, neste fim de semana, foi à cidade com amigos para fazer vídeos e fotos para alimentar a página que mantém na rede social. A intenção era divulgar o trabalho com esportes aquáticos.
 
“Ele surfa desde pequeno, já ganhou títulos em competições e ensinava pessoas a fazer isso. A gente acredita que ele possa ter nadado, que chegou a algum lugar. Temos esperança de que ele seja encontrado com vida”, disse ao G1 o irmão dele, Mateus Gomes.
 
João Vitor é o terceiro filho de uma família com quatro irmãos. Eles vivem juntos no litoral sul depois que a mãe morreu, em 2015. Os irmãos acreditam que João Vitor possa ser encontrado com vida pela experiência que tinha com o mar.
 
A família veio para Ubatuba depois de saber por amigos que ele estava desaparecido no mar e retornou para casa no domingo (7). “Ele nunca sofreu nenhum acidente e tem condicionamento físico. Acreditamos que pode ter se salvado e esteja em algum lugar”, analisou o irmão.
 
De acordo com os bombeiros, as buscas nesta segunda-feira (8) se concentram na praia da Sunuga e se estendem pelas praias da região central. Duas equipes dos bombeiros estão com embarcações e seguem no trabalho até às 18h.