Fotografo: Divulgação/PM
...
Criminoso foi preso após ser encontrado escondido em área de mata, em Registro, SP

Um homem de 31 anos foi preso em flagrante por ter mantido refém, espancado e abusado sexualmente de uma idosa, de 80 anos, no sítio em que ela mora, em Registro, no interior de São Paulo. Segundo a polícia, ela teria sido vítima do criminoso, que ainda por motivo desconhecido, invadiu a propriedade. A aposentada segue internada em estado grave no Hospital Regional de Pariquera-Açu, cidade vizinha.
 
Segundo a Polícia Militar, toda a ação aconteceu na noite de quarta-feira (3), em um sítio localizado às margens da Estrada do Taquaruçu, área rural do município e distante sete quilômetros do Centro. De acordo com informações apuradas pelo G1 nesta quinta-feira (4), o marido da vítima foi quem acionou a corporação, após chegar à residência e encontrá-la toda revirada.
 
Aos policiais, o idoso informou que voltava da igreja quando cruzou com um rapaz conhecido na cidade por ter um histórico de envolvimento em crimes e recém-saído da prisão. Ao passar por ele, o idoso percebeu que o suspeito estava aparentemente desnorteado, só de bermuda, e repetia palavras de baixo calão.
 
Assustado, o idoso seguiu para a propriedade, onde encontrou a porteira arrombada. Ele não localizou a esposa e pediu socorro ao vizinho. Depois, voltou à residência e, nos arredores, encontrou a esposa, de 80 anos, caída e enrolada em um cobertor. Ela sangrava, estava nua e praticamente desacordada.
 
Após a chegada da PM e o relato da vítima, equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e socorreram a mulher à unidade de saúde da cidade. Entretanto, devido à gravidade dos ferimentos, ela foi transferida para o Hospital Regional de Pariquera-Açu, cidade vizinha.
 
Na unidade, após exames, foram constatadas sérias lesões na cabeça, rosto, corpo e, também, que a idosa foi vítima de violência sexual. O G1 apurou que ela segue internada em estado grave, devido à complexidade dos ferimentos provocados pelo agressor.
 
 
Segundo equipes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Registro, onde o caso foi registrado, buscas foram feitas com apoio da Polícia Militar e Ambiental, já que suspeitava-se de que ele estivesse escondido em uma área de mata, o que foi confirmado em seguida.
 
Ainda segundo a polícia, o criminoso acabou localizado no bairro Manga Larga. Ele só foi achado após deixar para trás, na residência onde estava, comida aquecida no fogão e rastros em uma trilha em meio à mata, próxima da residência. Foram cerca de seis horas mata adentro até que ele fosse localizado.
 
Identificado como Claudevan Justino dos Santos, o criminoso chegou a resistir à abordagem e acabou algemado. Justino foi levado para a sede da DIG em Registro, onde permaneceu preso e à disposição da Justiça. O caso foi registrado como homicídio tentado e estupro na unidade policial.