Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Sábado, 31 de Outubro de 2020 - 20:12
14/10/2020 as 09:39:52 | Por SES-MT | 311
Hospital Santa Casa em Cuiabá planeja retomar cirurgias eletivas após 7 meses da pandemia
Segundo o governo, o planejamento prevê uma redução no número de leitos da Santa Casa e a transferência de parte desses leitos para o Hospital Metropolitano.
Fotografo: Marcos Vergueiro/Secom-MT
Hospital Estadual Santa Casa Cuiabá

O Hospital Estadual Santa Casa iniciou o processo para retomada das cirurgias eletivas, com a baixa ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para Covid-19. Nesta terça-feira (13.10), a unidade efetuou o desligamento de 10 UTIs específicas para tratamento de pacientes com coronavírus.
 
Com a redução, a unidade passará a contar com 50 leitos de UTI. A medida não irá interferir na prestação de serviço, já que na segunda-feira (12.10), o percentual de ocupação chegou a figurar em 31,6%.
 
O percentual registrado pela Santa Casa foi menor do que a média da ocupação relativa a todo o Mato Grosso, que figura em 54%; a diferença é de 23%.
 
A redução dos leitos já consta do Painel Epidemiológico nº 219 desta terça-feira (13.10). Vale destacar que hoje, já com a redução, a unidade figura com 38% de ocupação das UTIs Covid-19. 
 
“Nosso planejamento prevê uma redução no número de leitos da Santa Casa e a transferência de parte desses leitos para o Hospital Metropolitano. Desta forma, vamos ter leitos suficientes no Hospital Estadual para a retomada das cirurgias eletivas. O Metropolitano seguirá como a principal referência para o atendimento de pacientes com a Covid-19”, explicou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.
 
Referência
 
Já o Hospital Metropolitano dispõe de 40 leitos de Terapia Intensiva e 178 leitos clínicos exclusivos para o tratamento da doença, sendo a maior estrutura da Rede Estadual a ser dedicada inteiramente ao atendimento de pacientes com coronavírus.
 
“Estamos trabalhando com responsabilidade para dar celeridade à retomada das cirurgias eletivas em todo o Estado. A ideia é reduzir gradativamente o número de leitos de UTI Covid-19 – conforme as taxas de ocupação – e, assim, conseguir retomar aos poucos as cirurgias eletivas nas nossas unidades”, concluiu Figueiredo.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil