Fotografo: Reprodução/ Record TV
...
Uma faca foi encotrada ao lado do corpo da vítima, na cidade de Batatais

Um homem planejou o assassinato do próprio irmão em Batatais, interior do estado de São Paulo. Ele teria afirmado que estava cansado de cuidar do irmão, de 55 anos, que sofria com problemas de saúde, durante a confissão. Dias antes, o suspeito tinha relatado o desaparecimento do familiar à polícia. As informações são da Record TV. 
 
Durante a investigação, a polícia descobriu que o homem na verdade teria contratado duas mulheres para executar o crime. As suspeitas relataram à polícia que ele havia pago R$500 reais a uma delas, e prometia mais R$ 1500 — a serem pagos em setembro. As supostas responsáveis do crime também foram detidas e confirmaram a versão do suspeito.
 
Mentira sobre o desaparecimento
 
O corpo da vítima foi encontrado no Horto Florestal de Batatais, um instituto florestal da cidade. O próprio mandante foi até as autoridades para avisar que o irmão tinha desaparecido, e que ele o tinha visto pela última vez indo a um bar com uma grande quantia de dinheiro.
 
 
Ele até deu entrevistas à uma emissora local e conversou com a Record TV. Em um primeiro momento, a polícia cogitou que se tratava de um possível latrocínio (roubo seguido de assassinato), mas logo descobriu a real motivação do assassinato. 
 
"Ele já premeditava este crime há quatro, cinco meses" disse o delegado Rodrigo Cocito, confirmando que a vítima foi morta porque exigia muito cuidado e trabalho do seu irmão, por causa de seus problemas de saúde.