Fotografo: Divulgação/Polícia Civil
...
Vítima tinha medida protetiva contra ex-companheiro

Um homem de 40 anos foi preso nesta quarta-feira (22) pelo sequestro da ex-mulher em Pindamonhangaba. Segundo a Polícia Civil, o homem era procurado desde o início do mês quando sequestrou a vítima, que tinha medida protetiva contra ele. Ela foi liberada depois de horas de cárcere, sem ferimentos.
 
O crime aconteceu no dia 7 de maio quando o homem foi até a casa da vítima com um comparsa. A filha da vítima, de 28 anos, contou à polícia que ouviu uma buzina no portão e assim que a mãe saiu para atender foi empurrada para dentro do veículo e levada.
 
A jovem percebeu que o condutor era o ex-companheiro da mãe e tentou falar com ele por telefone. Na negociação, ele ameaçava matar a vítima. O crime teria sido motivado pela não aceitação da separação.
 
Horas após o sequestro, ele liberou a vítima que conseguiu pedir ajuda e foi levada à delegacia. Segundo a polícia, os dois mantinham um relacionamento, mas depois de uma série de ameaças, a vítima havia terminado a relação e registrado boletim de ocorrência contra o homem. No fim de abril, a Justiça concedeu a medida protetiva.
 
O caso foi registrado e a Polícia Civil pediu a prisão do homem, que estava foragido, mas foi capturado nesta quarta-feira (22). Ele vai responder por sequestro e cárcere privado, além de descumprimento de medida protetiva. O sequestrador foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Taubaté (CDP).