Fotografo: Alexandre Meneghini/Reuters
...
O Boeing 737 era alugado pela Cubana de Avación e pertencia à companhia aérea mexicana Global Air

 
 
 
O governo cubano elevou neste sábado para 110 o número de mortos no acidente com o avião que caiu logo após decolar do aeroporto internacional de Havana. Três passageiras sobreviveram.
 
O ministro dos Transportes, Adel Yzquierdo, disse que o Boeing 737-200 que caiu pouco depois de decolar do aeroporto internacional da capital cubana transportava um total de 113 pessoas: 102 cubanos, seis tripulantes mexicanos e cinco passageiros estrangeiros: dois argentinos, um mexicano e dois saarauís.
 
O Boeing 737 era alugado pela Cubana de Avación e pertencia à companhia aérea mexicana Global Air. Uma das caixas-pretas foi localizada neste sábado pelos investigadores. (R7)
 
* Com Agências Internacionais