Fotografo: Assessoria
...
O projeto de estágio para pessoas com Síndrome de Down é uma iniciativa do deputado Guilherme Maluf

 
 
 
Familiares das estagiárias Karen Aline Peno e Marília Freitas de Lima, que possuem Síndrome de Down, visitaram o gabinete do deputado Guilherme Maluf (PSDB) nesta quarta-feira (29). Acompanhados de professores e amigos, eles agradeceram ao deputado pela oportunidade oferecida às jovens.
 
“Estamos aqui hoje para fazer um agradecimento especial ao senhor por ter idealizado esse projeto e aberto as portas da Assembleia para receber a Marília e a Karen. Tenha a certeza de que elas são merecedoras e vão fazer jus a essa oportunidade. A Marília está muito feliz e nós também”, disse Edmilson Rufino de Lima, pai da Marília, ao deputado.
 
Nilza Peno, mãe da Karen, disse estar feliz por ver a filha se dedicando ao trabalho e tendo novas experiências. “A luta é árdua e nós ficamos muito felizes com cada progressão e conquista dela. Vibramos com cada oportunidade que nos é oferecida, porque sabemos que ela tem muito potencial e precisa apenas de uma chance”.
 
Karen e Marília iniciaram seus trabalhos na Assembleia Legislativa na semana passada. Elas estão atuando na Secretaria de Gestão de Pessoas e na Procuradoria-Geral, cumprindo carga horária de 20 horas semanais. Pelo trabalho, recebem uma bolsa de R$ 808,40, incluindo o vale-transporte.
 
O projeto de estágio para pessoas com Síndrome de Down é uma iniciativa do deputado Guilherme Maluf e foi iniciado durante a sua gestão como presidente da Casa de Leis, com apoio da Procuradoria-Geral. A iniciativa é inédita, sendo a ALMT a primeira entre as Assembleias do país a ofertar vagas de estágio para pessoas com a síndrome.
 
“Estou muito feliz em dar início a esse projeto. Sei que as duas estão se saindo muito bem e aproveito a oportunidade para dar os parabéns aos familiares e professores por tudo o que vocês fizeram e fazem por elas. Espero que elas sejam muito felizes aqui”, declarou Maluf.
 
Adaptação
 
Os familiares das estagiárias também visitaram os setores onde elas atuam e obtiveram informações sobre as atividades que realizam. Conforme suas supervisoras, o desempenho de ambas superou todas as expectativas.
 
“A Marília aprende tudo muito rápido e realiza suas atividades como os demais servidores aqui do setor. Ela é muito dedicada. Tê-la aqui é uma boa oportunidade para nós também, que aprendemos muito todos os dias”, relatou Camila Rodrigues de Magalhães, gerente administrativa da Procuradoria-Geral.
 
Andrea Antunes Henry, gerente de gestão de pessoas, destacou o comprometimento da nova estagiária. “A Karen é extremamente responsável e leva muito a sério o seu trabalho. Sempre que termina de fazer alguma atividade, já pede outra. Ela não gosta de ficar parada”, disse.