Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Sexta-Feira, 26 de Fevereiro de 2021 - 09:08
15/01/2021 as 08:44:36 | Por O Documento | 698
Faltando três rodadas, Cuiabá goleia Guarani-SP e fica a uma vitória do acesso à Série A
O Guarani foi para o jogo com 20 desfalques, sendo 17 deles causados por um surto de coronavírus.
Fotografo: EDSON RODRIGUES/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO
Jogadores do Cuiabá comemoram gol diante do Guarani

Em meio ao dramático roteiro do Guarani para minimamente entrar em campo diante do Cuiabá pela Série B do Brasileirão diante dos 17 desfalques por infecções do novo coronavírus, o time de Campinas foi presa fácil para o qualificado time de Allan Aal que, fazendo sua parte, goleou por 4 a 0.
 
O marcador fez o time da casa chegar aos 58 pontos na terceira posição e acumular, ao menos parcialmente, seis unidades para o quinto colocado Juventude. Por sua vez, o revés como visitante deixou a situação da equipe campineira bem complicada na busca para entrar no G4 onde parou nas 48 unidades.
 
EXPULSÃO COMPLICOU …
 
Diante de todas as adversidades impostas ainda no pré-jogo, o percurso do Bugre no confronto ainda preparava mais um obstáculo considerável. Logo aos nove minutos, Felipe Marques recebeu passe em velocidade e ia ficando em condições de marcar frente a frente com o goleiro Lucas Cardoso quando o lateral-direito Cristóvam fez falta e tomou o cartão vermelho direto.
 
O Cuiabá ficava por menos tempo com a bola nos pés, mas usava bem suas armas baseado na velocidade de Felipe Marques e Marcinho pelas pontas tentando abrir a defesa já prejudicada pela expulsão do lateral-direito, arma que rendeu bons lances onde o jovem arqueiro do Guarani foi exigido, principalmente, na pancada dada por Élton.
 
Todavia, isso não significou necessariamente que o time visitante se limitou a recuar suas linhas e sair apenas pontualmente para o plano ofensivo sem assustar João Carlos. Tanto que, em duas jogadas seguidas, o arqueiro cuiabano precisou fazer uma excelente defesa na batida de Bruno Sávio e viu o mesmo jogador acertar cabeçada na sua trave direita, passando perto de abrir a contagem.
 
FECHOU O CAIXÃO
 
Quando conseguiu imprimir um volume de posse ofensiva mais condizente com a sua superioridade numérica, a vantagem começou a ser construída quando Elvis cruzou na cabeça de Anderson Conceição onde Lucas Cardoso fez boa intervenção, porém parcial. No rebote, Marcinho bateu firme e abriu a conta no Mato Grosso. Quatro minutos depois, uma trama muito bonita montada pelo Dourado teve o passe de Rafael Gava ajeitado de peito por Marcinho e Elton pegando com firmeza, no quique da bola, mandando no ângulo esquerdo de maneira absolutamente indefensável.
 
RESOLVEU
 
Ainda no início da etapa complementar, o marcador que já era bom ficou ainda melhor para o Dourado quando a jogada na base da troca de passes teve Pablo cruzando e a zaga do Guarani cortando bola que caiu nos pés de Rafael Gava. O camisa 8 dos anfitriões dominou, levantou a cabeça e bateu rente ao canto direito de Lucas Cardoso que até pulou, mas não teve chance de alcançar.
 
Ainda haveria tempo para que o Cuiabá encontrasse novamente espaço na defesa adversária em bonito passe de Rafael Gava para dentro da área onde Lucas Cardoso saiu de maneira um tanto quanto atrapalhada. Como Jenison estava esperto no lance, ele estava bem posicionado para só ter o trabalho de bater pro fundo das redes e decretar o marcador.
 
FICHA TÉCNICA
 
CUIABÁ 4 x 0 GUARANI – 35ª RODADA DA SÉRIE B
 
Estádio: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
 
Data e horário: 14 de janeiro de 2021, às 21h30
 
Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (CBF-PR)
 
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer (CBF-PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (CBF-PR)
 
Cartões amarelos: Auremir, Elton (CUI) / Pablo Diogo, Felipe Conceição, Lucas Abreu (GUA)
 
Cartões vermelhos: Cristóvam (GUA)
 
GOLS: Marcinho (30’/1°T) (1-0), Elton (34’/1°T) (2-0), Rafael Gava (8’/2°T) (3-0), Jenison (26’/2°T) (4-0)
 
CUIABÁ 
 
João Carlos; Lucas Ramon, Ednei (Eduardo Kunde, aos 14’/2°T), Anderson Conceição e Romário; Auremir (Matheus Barbosa, aos 19’/2°T), Rafael Gava e Elvis (Nenê Bonilha, aos 15’/2°T); Marcinho (Maxwell, aos 15’/2°T), Felipe Marques e Elton (Jenison, aos 19’/2°T). (Técnico: Allan Aal)
 
GUARANI 
 
Lucas Cardoso; Cristovam, Romércio, Didi e Erick Daltro; Rickson, Marcelo (Lucas Abreu, aos 10’/2°T) e Murilo Rangel; Pablo, Bruno Sávio (Rafael Costa, aos 30’/2°T) e Eliel. (Técnico: Felipe Conceição)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil