Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(MT), Sexta-Feira, 22 de Outubro de 2021 - 03:22
24/09/2021 as 09:29:12 | Por Polícia Civil De Goiás | 330
Ex-secretário municipal de Educação é indiciado por estupro de vulnerável
As investigações foram iniciadas após denúncias feitas por populares e pelo Conselho Tutelar
Fotografo: Polícia Civil de Goiás
As investigações abrangeram a oitiva de diversas testemunhas e vítimas menores

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Alvorada do Norte, indiciou nesta semana o ex-Secretário Municipal de Educação de Sítio D’Abadia e ex-professor da rede estadual de ensino pela prática dos crimes de estupro de vulnerável, pornografia infantojuvenil e aliciamento de menores para fins libidinosos.
 
As investigações foram iniciadas após denúncias feitas por populares e pelo Conselho Tutelar do município de Sítio D’Abadia, dando conta de que o indiciado se relacionava amorosa e sexualmente com adolescentes menores de 14 anos, dentre estas, alunas da rede de ensino municipal e estadual, nas épocas em que ocupava os cargos de Secretário de Educação e Professor, respectivamente.
 
Diante das primeiras constatações, a autoridade policial representou pela prisão temporária do indiciado, bem como pela busca e apreensão dos aparelhos celulares e notebook pertencentes a ele. As representações foram deferidas pelo Poder Judiciário e os mandados devidamente cumpridos pela Polícia Civil durante a Operação “Lobo em Pele de Cordeiro”.
 
As investigações abrangeram a oitiva de diversas testemunhas e vítimas menores e a análise pericial dos aparelhos eletrônicos pertencentes ao indiciado, revelando que ele se relacionou amorosa e sexualmente, no mínimo, com duas adolescentes menores de 14 anos. Nos aparelhos foram localizadas inúmeras fotos íntimas de adolescentes que residem na região. O inquérito policial foi remetido ao Ministério Público, que denunciou o indivíduo pela prática dos referidos delitos. A denúncia foi aceita pelo Poder Judiciário e foi decretada a prisão preventiva do acusado. Ele está foragido, porém, segue sendo procurado pela Polícia Civil.
 
 
 
(Polícia Civil de Goiás)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil