Fotografo: Da Assessoria
...
As placas de sinalização de segurança em indústrias têm como principal intuito garantir a proteção tanto das pessoas que trabalham no local

As placas de sinalização de segurança em indústrias têm como principal intuito garantir a proteção tanto das pessoas que trabalham no local, quanto das pessoas que estiverem visitando o espaço, o objetivo é garantir o bem-estar geral.
 
O ambiente das indústrias geralmente reúne uma série de atividades no mesmo espaço, o que torna a sinalização imprescindível para o perfeito funcionamento do ambiente de trabalho.
 
Mas a sinalização nas indústrias ou sinalização industrial está baseada na norma regulamentadora NR26 que visa garantir a segurança nos locais de trabalho para a prevenção de acidentes, se utilizando de importantes sinalizações como: identificando os equipamentos de segurança, delimitando áreas, identificando locais com canalizações que conduzem líquidos e gases, etc.
 
Ralph Chezzi, engenheiro civil, responsável pela Bump, especialista no desenvolvimento da comunicação visual em inúmeros segmentos, como o industrial, explica que as placas de sinalização de segurança em indústrias são indispensáveis e precisam seguir à risca todas as orientações previstas pela NR:
 
“Sinais, palavras e cores específicas precisam compor toda a parte de comunicação visual das placas de sinalização de segurança que garantem a proteção de todos e do próprio patrimônio que é a indústria”, acrescenta.
 
As placas de sinalização têm a função de repassar às pessoas todas as orientações necessárias sobre as áreas de tráfego; também assumem o papel de alertar quanto aos riscos em determinados locais, assim como também precisam orientar quanto à localização das saídas (saídas de emergência e rotas de fuga para casos de incêndios).
 
“Outro papel importante da sinalização nas indústrias é o de orientar quanto às necessidades de proteção em cada ambiente da área industrial”, explica Chezzi.
 
 
Placas de Sinalização de Segurança em Indústrias – Finalidade, cores e materiais utilizados
 
Resumidamente, as placas de sinalização industrial assumem importantes papéis, como:
Indicam a utilização dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual);
Alertam para diversos riscos;
Indicam proibições;
Indicam rotas de saídas, sanitários e demais ambientes.
 
Segundo a NR26, as placas de sinalização de segurança podem ter as seguintes cores: vermelho, amarelo, preto, branco, azul, laranja, verde, púrpura, cinza, lilás, alumínio e marrom.
 
Cada cor tem um significado importante, conheça em especial o significado de algumas:
 
O vermelho, por exemplo, indica advertência e perigo e precisa estar presente nas indicações de extintores, de maneira que seja visível à distância; precisa estar presente nas portas de saída de emergência; precisa indicar a localização de mangueiras de incêndio; assim como também é a cor utilizada nas caixas de alarme de incêndios, dos hidrantes, dos extintores, entre outros.
 
A cor amarela indica Cuidado! E precisa estar presente em itens como: em bandeiras como sinal de advertência combinada à cor preta; precisa estar nos cavaletes, porteiras e lanças de cancelas; precisa compor os corrimões, parapeitos, pisos, partes inferiores de escadas; precisa estar presente nas pilastras, vigas, postes, colunas, partes salientes de estruturas e de equipamentos em que se possa esbarrar, entre outros.
 
O branco tem como finalidade: indicar as zonas de segurança; indicar as passarelas e corredores de circulação, através de faixas; indicar a localização de bebedouros; de coletores de resíduos, entre outras.
 
As placas de sinalização de segurança em indústrias podem ser feitas em diversos materiais como: alumínio, PVC, acrílico e ACM, além disso, as placas podem ter adesivação de material fotoluminescente indicando principalmente as rotas de fuga, escadas de emergência; saídas de emergência e para orientar quanto à necessidade de que a porta corta-fogo permaneça sempre fechada.
 
A sinalização de segurança pode ter três funções: orientação; segurança e emergência.
 
As placas podem ser de:
 
Atenção: com o intuito de alertar os colaboradores no local quanto a situações de riscos; também orientam condutas e procedimentos; ajudam a sinalizar o isolamento de determinadas áreas da indústria e indicam a necessidade do uso de EPIs;
 
Perigo: Indicam o alerta quanto aos riscos de ferimentos graves ou de morte;
 
Fotoluminescentes: facilitam a visão no escuro e indicam rotas de fuga (como saídas de emergência), botões de emergência e indicam a localização de equipamentos para o combate a incêndios.
 
Além das placas de sinalização de segurança em indústrias também costumam ser indicadas as etiquetas de sinalização, que têm a finalidade de prevenir acidentes em determinados locais nas indústrias.
 
“Em um caso de manutenção de máquinas e equipamentos, por exemplo, as etiquetas de sinalização são importantes para avisar quanto à inutilização do equipamento, razão da manutenção e horário e data em que foram bloqueados”, explica Chezzi.
 
As placas de sinalização além de tornarem o ambiente industrial mais seguro, gera nos colaboradores e visitantes do local autonomia ao se locomoverem no espaço. O não cumprimento das normas e regulamentações pode gerar penalizações e multas.