Fotografo: Maurício Barbant
...
A entidade mantêm 20 pontos de apoio para a distribuição de sopa, frutas e verduras arrecadadas nos supermercados parceiros do projeto

 
 
 
Mais um dia de grande expectativa para participar da ação solidária e receber sopa e sacolão de alimentos. Assim foi a sexta-feira (07.05) da diarista Rafaela Meirilaine de Oliveira e seus quatro filhos, que recebem a ajuda da Associação de Mulheres Joana D´arc, do Jardim Ouro Fino, em Cuiabá, sob a coordenação da voluntária Pedrina Maria de Santana.
 
A entidade mantêm 20 pontos de apoio para a distribuição de sopa, frutas e verduras arrecadadas nos supermercados parceiros do projeto. No ano passado, a Assembleia Legislativa cedeu, em regime de comodato, um veículo à associação. O presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), esteve lá para prestigiar a grande ação social e reafirmou o compromisso da Casa de Leis, em trabalhar para ajudar os menos favorecidos.
 
“A vida é assim: um tem que ajudar o outro. Temos que ser solidários. Na Assembleia temos trabalhado muito para melhorar a qualidade de vida dos mato-grossenses. Agora, envidamos esforços para regulamentar o ingresso social e ampliar o volume de alimentos arrecadados durante os espetáculos apresentados no Teatro Zulmira Canavarros, através da Sala da Mulher”, afirmou Botelho, que também aprovou a sopa servida no Jardim Florianópolis.
 
Assim como Rafaela, outras famílias dos bairros Jardim Florianópolis, Milton Figueiredo e Jardim Vitória, em Cuiabá, compareceram no Sopão, da residência da agente comunitária de saúde, Suely Selma de Moraes.
 
“Desde às 16 horas já começam a chegar aqui em casa para ganhar a sopa e sacolão. É muito gratificante poder ajudar tantas famílias com o nosso trabalho voluntário”, afirmou Suely.
“O projeto me ajuda demais porque tenho quatro filhos e quando ganho esses alimentos, já sobra um dinheirinho para comprar fraldas e outros produtos que as crianças precisam”, comemora Rafaela.
 
Conforme Pedrina, desde que foi criado há 20 anos, o projeto já tem aproximadamente duas mil famílias cadastradas. “E a tendência é aumentar ainda mais, pois são muitas que passam por dificuldades e a doação de alimentos representa comida à mesa dessas pessoas. Por isso, é fundamental o apoio de todos, especialmente do deputado Botelho. Que é uma pessoa simples e de grande coração”.