Fotografo: Mayke Toscano | Secom/MT
...
Durante os últimos 15 anos, o Estado demonstrou um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB)

O que aconteceu em Mato Grosso nos últimos 15 anos, que levou o Estado a atrasar o salário dos servidores públicos e a ter uma dívida de R$ 3,6 bilhões? Essa análise foi feita pelo governador Mauro Mendes, durante a abertura do Fórum de Governo e Prefeituras, que ocorre até a tarde desta sexta-feira (05), na sede da Fatec/Senai, em Cuiabá.
 
Durante os últimos 15 anos, o Estado demonstrou um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) superior à média nacional. Em Mato Grosso, o crescimento registrado foi de 411%, sendo que no país o resultado chegou a apenas 297%.
 
Além disso, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) também registrou um resultado positivo no Estado. No acumulado dos últimos 15 anos foi marcado um crescimento de 331% na arrecadação.
 
Os números são muito positivos, contudo, o crescimento da despesa de pagamento com servidores públicos foi acima de todos esses indicadores. A folha total dos servidores públicos, seja do Executivo, do Judiciário, Legislativo, Tribunal de Contas, Defensoria Pública e Ministério Público, cresceu 678%, ou seja, mais que o dobro da arrecadação do ICMS. E se separar o crescimento da folha apenas do Executivo, o número é ainda maior, 705%. Nesse mesmo período, de 2003 a 2018, a inflação acumulada foi de 94%.
 
No balanço apresentado pelo governador, ele ponderou que, além do crescimento do custo da folha, o Governo registrou um aumento de 2.382% nos restos a pagar, ou seja, despesas contratadas e não pagas.
 
O reflexo de tudo isso é que hoje o Estado tem uma dívida com 11.424 fornecedores, também com prefeituras e Poderes, somando restos a pagar de R$ 3,575 bilhões. Esse desequilíbrio econômico também refletiu em todas as secretarias. Somente na Educação e Infraestrutura são 335 obras paralisadas. Ou seja, estradas precisando de manutenção e reparos e escolas em péssimas condições.
 
Balanço de governo
 
Mauro Mendes apresentou o balanço dos últimos 15 anos de gestão do Governo de Mato Grosso na tarde de quinta-feira (4). O evento está sendo realizado com o intuito de anunciar todas as ações desenvolvidas pela atual gestão que já permitiram a retomada dos investimentos. Na ocasião, o governador também autorizou a retomada de 114 obras, em 90 municípios do Estado, que irão movimentar quase R$ 1 bilhão.