Fundada aos 14 de abril de 2006 pelo Jornalista Eraldo de Freitas - E-mails: redacao@sbcbrasil.com.br

Cidadão Repórter

(65)9966-5664
Várzea Grande(DF), Terça-Feira, 20 de Abril de 2021 - 20:03
08/04/2021 as 17:00:40 | Por Thaiza Assunção | 252
Deputado do PT critica Bolsonaro e defende compra de vacina russa
Parlamentar diz que é preciso pressionar Anvisa para liberar uso do imunizante no Brasil
Fotografo: Helder Faria/ALMT
O deputado Lúdio Cabral: vacinação em Mato Grosso

Médico sanitarista e deputado estadual pelo PT, Lúdio Cabral afirmou que o governador Mauro Mendes (DEM) tomou uma decisão correta ao anunciar a compra da vacina russa Sptunik V, mesmo o imunizante não tendo aprovação para uso no Brasil.
 
Para o parlamentar, que faz oposição ao Governo, a busca por uma nova alternativa de vacina contra o coronavírus se faz necessário diante da inércia do presidente Jair Bolsonaro em relação a vacinação no País.
 
“Os governadores do País, liderados pelo consórcio dos governadores do nordeste, do qual  Mato Grosso se integrou tiveram uma decisão correta. Eles estão buscando alternativas diante da inércia do Governo Federal para adquirir mais vacinas e acelerar o processo de vacinação da nossa população”, disse.
 
Lúdio citou a eficácia da Sptunik V que, conforme os estudos atinge a marca de mais de 91%. Ele aconselhou Mendes e os demais governadores que tem interesse no imunizante a pressionar a Anvisa para acelerar a análise do uso da vacina no País.
 
A vacina ainda não está autorizado, segundo a agência, pois há pendências com a documentação do pedido de uso emergencial.
 
A Anvisa informou, porém, que "poderá utilizar outras fontes para autorizar a vacina, desde que sejam informações que apontem para segurança e eficácia mínima".
 
“A Sptunik V é uma vacina que já está sendo aplicada em vários países da América Latina. Tem todos os estudos de segurança e eficácia. Portanto, os governadores têm realmente que pressionar no sentindo de acelerar a análise da Anvisa dessa vacina”, afirmou Lúdio.
 
“E tem que acelerar o processo de compra para torná-la disponível o mais rápido possível para a população. A atitude dos governos é correta e é um resultado da inércia do Governo Federal. Tem que buscar a vacina Sputink V, sim", completou. (Fonte: Thaiza Assunção, Midia News)




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil