Fotografo: Prefeitura de Cuiabá
...
Em todo país, há apenas 31 órgãos detentores da premiação, dos mais de 2000 em funcionamento

O secretário adjunto de Previdência, Fernando Jorge Mendes, apresentou prestação de contas do Cuiabá-Prev na Câmara Municipal de Cuiabá, na sexta-feira (16). No último ano, foi constatada uma evolução no número de aposentados, que hoje chega a 4007, o que reflete no cálculo de despesas.
 
Diante dos dados, Fernando reforça a importância de constituir um sistema que garanta um atendimento de qualidade, à medida que administra os recursos aplicados. Durante a sessão, ressaltou ainda que a previdência cuiabana está em situação favorável, figurando com destaque à frente de outros Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) Brasil afora.
 
Prova disso é a posição privilegiada no Prêmio Destaque Brasil de Responsabilidade Previdenciária da Associação Brasileira de Instituições Previdenciárias Estatuais e Municipais (Abipem). Além disso, o Cuiabá-Prev detém a certificação internacional ISO 9001 e foi o primeiro instituto no Brasil a receber o prêmio Pró-Gestão.
 
Em todo país, há apenas 31 órgãos detentores da premiação, dos mais de 2000 em funcionamento. Em Mato Grosso, somente Cuiabá e Lucas do Rio Verde ostentam o selo.
 
De acordo com Fernando, as decisões no Cuiabá-Prev passam por colegiados como o Conselho Previdenciário. A instituição também apresenta todos os semestres, um balanço de suas ações aos representantes de sindicatos, associações e órgãos de controle do município, como Procuradoria Geral e Controladoria.
 
O secretário atribui o saldo positivo à boa gestão dos recursos, escolha das instituições financeiras e ao trabalho do comitê de investimento, que, com eficiência conseguiu aplicar esses recursos de maneira rentável.
 
“Hoje temos controle total sobre os processos e dados. Também investimos em tecnologia para reduzir papel e dar mais agilidade ao trabalho. Assim, o prefeito pode, além de acompanhar a tramitação de processos, assinar as aposentadorias eletronicamente, direto de seu gabinete”, explica.