Fotografo: Marcos Ribolli
...
Pedrinho comemora o gol do Corinthians

Vitória alvinegra
 
A semana começa praticamente perfeita para o Corinthians. Depois de um período de instabilidade, o Timão venceu o rival São Paulo (de novo!) por 1 a 0, neste domingo, em Itaquera, subiu cinco posições na tabela e chegou ao terceiro lugar do Campeonato Brasileiro. Pedrinho, aos seis minutos do primeiro tempo, marcou o único gol do Majestoso que levou a equipe ao terceiro triunfo seguido na temporada. Antes invicto no torneio, o Tricolor não vence há três jogos e atinge seu momento mais difícil sob o comando de Cuca
 
Corinthians cresce
 
O Timão tem agora 11 pontos no Brasileirão, um abaixo do vice-líder Atlético-MG e cinco atrás do arquirrival Palmeiras. O momento é totalmente favorável. Antes do clássico, a equipe vinha de vitórias sobre Athletico, pela competição nacional, e Deportivo Lara, pela Copa Sul-Americana, ambos por 2 a 0. Na quinta, os corintianos decidem o futuro no torneio internacional, na Venezuela. CLIQUE AQUI e veja a tabela e classificação completa do Brasileirão!
 
São Paulo em baixa
 
Com a primeira derrota no Brasileirão, o Tricolor cai para a quarta posição, com 11 pontos, e tem dificuldade de mostrar poder de reação. O time vinha de um empate e uma derrota para o Bahia, em casa, por Brasileirão e Copa do Brasil, respectivamente. Na quarta, às 21h30, a equipe dirigida por Cuca terá de vencer em Salvador para avançar às quartas da competição mata-mata.
 
 
Primeiro tempo
 
O Corinthians acelerou o jogo nos primeiros minutos e não demorou a abrir o placar. Após jogada pela direita, aos seis, Pedrinho arriscou de fora da área, a bola desviou em Arboleda e enganou o goleiro Tiago Volpi. O São Paulo teve muita dificuldade para responder. Lento na troca de passes e muito concentrado pelo meio, o Tricolor não conseguiu passar pela marcação e consequentemente criar jogadas de ataque. Arboleda chegou a marcar em rebote de Cássio, mas estava em impedimento. O Timão diminuiu o ímpeto do início, se retraiu na defesa e não soube aproveitar os espaços dados pelo rival. No melhor lance, Júnior Urso bateu da entrada da área para Volpi pegar.
 
 
 
Segundo tempo
 
Cuca colocou Pato aberto pelo lado esquerdo na volta do intervalo, mas de nada adiantou. O São Paulo continuou com uma atuação apática, bem distante da intensidade colocada pelo Corinthians, brigando por todas as bolas em qualquer lance. Aos 28, o VAR revisou um suposto toque com o braço de Vagner Love na bola dentro da área. O árbitro Flavio Rodrigues de Souza mandou seguir. O Timão repetiu a estratégia da primeira etapa, fechado no campo de defesa para tentar explorar os contra-ataques. O São Paulo tentou ir para cima nos minutos finais. Helinho, aos 40, bateu forte e quase acertou o ângulo esquerdo de Cássio. Nos acréscimos, o árbitro chegou a expulsar Hernanes por uma suposta cotovelada em Sornoza, mas cancelou e aplicou o amarelo após analisar as imagens na beirada do campo.
 
O reencontro de Pato e Corinthians
 
O atacante teve uma atuação bastante discreta no primeiro duelo contra o ex-clube. Muito vaiado pela torcida nas vezes em que tocou na bola, o jogador pouco fez. Posicionado mais atrás, praticamente como um meia, ele foi bem marcado no primeiro tempo. Na etapa final, aberto pelo lado esquerdo, perdeu praticamente todas as disputas com Fagner.
 
 
Majestoso na Arena? Só dá Timão!
 
A vitória faz o Corinthians ampliar a já enorme vantagem sobre o São Paulo nos clássicos disputados na Arena. Agora, em 12 confrontos, são nove vitórias alvinegras e apenas três empates. O São Paulo nunca venceu na casa corintiana.