Fotografo: Da Assessoria
...
Vereador por Várzea Grande, Calistro Lemes do Nascimento

A Comissão Processante instaurada para investigar a suposta quebra de decoro parlamentar cometida pelo vereador por Várzea Grande, Calistro Lemes do Nascimento – Jânio Calistro (DEM), realizou uma audiência por vídeo conferência nesta quarta-feira (05.08) e ouviu a testemunha arrolada pela defesa, o delegado Márcio Alegria.  
 
Haverá uma nova audiência nesta sexta-feira (07.08) às 8h30, para ouvir Lauriano Silva Gomes da Cruz “Coró”, João Vanderson Silva da Cunha “Peruca” e finalmente Jânio Calistro. Segundo o advogado de defesa, Ricardo Monteiro, houve novos fatos, já que Lauriano teve o pedido de prisão revogado pela justiça e João Vanderson está em liberdade, portanto estão aptos para serem notificados para prestarem depoimento sobre o caso. Além disto, a defesa se comprometeu entrar em contato com as testemunhas para estarem presente na audiência.
 
Conforme o presidente da Comissão Processante, o vereador Valdemir Bernadino de Souza – Nana (DEM), os trabalhos estão sendo realizados de forma imparcial em relação as partes envolvidas no processo.
 
 “Quero deixar registrado que não está sendo analisado o crime supostamente cometido pelo vereador, uma vez que isto é papel do Poder Judiciário, estamos fazendo uma análise política de sua conduta, se ela ocasionou a quebra de decoro parlamentar.  O rito está sendo seguido com rigidez conforme o Regimento Interno, Lei Orgânica do Município e Decreto Lei n° 201/67”, destaca Nana.
 
Além de Bernadino, faz parte da comissão como relator, o vereador Pedro Paulo Tolares – Pedrinho (DEM) e Carlino Neto (PTB) como membro. A representação contra Jânio à Câmara Municipal foi apresentada por Gesenilton Figueiredo Nelo, Oseas da Costa Farias, Giorgio Aguiar da Silva e Lucas Catisti Lopes Barbosa. A representação foi acatada por 18 votos favoráveis na sessão ordinária do dia (10.03).
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
(Fonte: Cãmara Municipal de Várzea Grande)