Fotografo: Kin Cheung/AP
...
Segundo a agência France Presse, o prefeito de Huanggang suspendeu a circulação de trens da cidade

A China suspendeu a circulação de trens em mais uma cidade do país para tentar conter uma epidemia de coronavírus. A medida foi tomada nesta quinta-feira (23) no município de Huanggang, onde vivem 7,5 milhões de habitantes. Antes, a China já havia adotado medidas para isolar Wuhan.
 
Segundo a agência France Presse, o prefeito de Huanggang suspendeu a circulação de trens da cidade, situada a 70 quilômetros de Wuhan. A medida vale até o final desta quinta. Depois, ela poderá ser retirada ou mantida pelas autoridades locais.
 
Nesta quarta-feira (22), subiu para 17 o número de mortes e para mais de 500 o de casos de infecções por coronavírus.
 
A Organização Mundial de Saúde (OMS) emitiu o primeiro alerta da doença em 31 de dezembro de 2019, depois que as autoridades chinesas notificaram casos de uma misteriosa pneumonia na cidade de Wuhan. Foram, então, adotadas medidas como isolamento de pacientes e realização de exames para identificar a origem da doença.
 
Casos de coronavírus em outros cinco países
 
Além da China, outros 5 países já registraram pacientes afetados pelo vírus, que provoca um tipo de pneumonia: Estados Unidos, Japão, Tailândia, Taiwan e Coreia do Sul
 
Há ainda casos suspeitos no México, em Hong Kong, nas Filipinas e na Austrália.
 
Ministério da Saúde descarta caso em MG
 
A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) investiga a suspeita de um caso de coronavírus em Belo Horizonte. A paciente é uma mulher, brasileira, de 35 anos, que veio de Xangai, na China.
 
O Ministério da Saúde, no entanto, disse que, até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no Brasil de pneumonia "relacionado ao evento na China".
 
A pasta falou também que "o caso noticiado pela SES/MG não se enquadra na definição de caso suspeito da Organização Mundial da Saúde (OMS)". A SES informou que o caso em questão foi notificado ao órgão como suspeito e que as investigações "precisarão seguir o curso definido até sua conclusão". (G1)