Fotografo: Josi Pettengill/Setasc-MT
...
'Ser Inclusivo' - Setasc participa da Semana da Pessoa com deficiência

Uma ação diferenciada organizada pelo Governo do Estado marcou o dia 21 de setembro, data em que se é celebrado o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência. Centenas de pessoas foram atendidas com exclusividade no Centro de Triagem Covid-19, em Cuiabá, graças a iniciativa da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), em parceria com a Secretaria de Saúde e a Superintendência de Promoção de Articulação das Políticas Públicas para as Pessoas com Deficiência, da Casa Civil.
 
A campanha Vem Ser Mais Solidário levou cestas básicas com kits de limpeza e de higiene aos participantes e familiares, que também receberam um atendimento exclusivo no Centro de Triagem Covid-19, na Arena Pantanal, com consultas, testes para detecção do coronavírus, kit com máscara e álcool gel e lanche ao final do atendimento.
 
A iniciativa faz parte do programa SER Inclusivo, uma ação liderada pela primeira-dama Virginia Mendes, focada na inclusão social das pessoas com deficiência e integra a 6º edição da Semana da Pessoa com Deficiência. 
 
A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho destacou que todo o atendimento prezava pela acessibilidade e inclusão social das pessoas que passaram pelo Centro de Triagem. 
 
“Ao final de todo o processo, as pessoas ainda puderam levar uma cesta básica e kit de limpeza e higiene da campanha Vem Ser Mais Solidário, ação também liderada voluntariamente pela primeira-dama, Virginia Mendes, e que tem atendido diversos públicos no Estado”. 
 
O secretário da SES, Gilberto Figueiredo, acrescenta que a iniciativa foi realizada também em parceria com Hospital Santa Casa e o Centro de Reabilitação – Dom Aquino.
 
“É uma convergência de Secretarias e colaboradores cujo objetivo único é promover acessibilidade àqueles que mais precisam de ajuda em serviços básicos na Saúde e Assistência”. 
 
Para Taís Augusta de Paula, superintendente de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiências da Casa Civil, a celebração da data é um passo importante para as conquistas de direito das pessoas com deficiência.
 
“Estamos vivendo uma pandemia, mas não poderíamos deixar passar em branco a data, cuja luta é importante para reduzir as barreiras e combater o preconceito”.
 
Ventina Ito da Cunha, 49 anos, desempregada e deficiente física destacou a importância da ação para a comunidade. “Em casa, principalmente com essa pandemia, tudo está muito difícil. Estou sem poder trabalhar e não tinha como pagar para fazer um teste de Covid. Fui muito bem atendida e ainda estou levando alimento para dentro de casa”. 
 
Data
 
O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência foi instituído por iniciativa de movimentos sociais, em 1982, e oficializado pela Lei Nº 11.133, de 14 de julho de 2005. A data foi criada com o objetivo de conscientizar sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.