Fotografo: Marcelo Camargo/Agência Brasil
...
Cerca de 50 mil motos irão se reunir no maior passeio motociclístico do mundo

Cerca de 50 mil motos irão se reunir no maior passeio motociclístico do mundo para celebrar a data e as conquistas do mundo das duas rodas no dia 27 de julho, o dia do motociclista e último dia do festival. O comboio será realizado a céu aberto e passará pelos principais pontos turísticos de Brasília, a concentração acontecerá na Granja do Torto a partir das 15h e a saída às 16h. 
 
Segundo levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) analisado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), no primeiro semestre de 2019 foram emplacadas 530.034 motocicletas, correspondendo a um crescimento de 16% ante o mesmo período de 2018 (456.729 unidades). Quando falamos em produção, a proporção no Brasil é de uma motocicleta para cada oito habitantes. Na comparação com o mesmo período de 2018 o crescimento foi de 8,4%. São mais 27 milhões de motocicletas que rodam o país. O total de homens habilitados é de 24 milhões e setecentos mil e o de mulheres é de mais de 7 milhões e duzentos mil. Motociclistas acima de 50 anos correspondem a cerca de 30% dos habilitados.
 
“O segmento teve um aumento grande e percebemos esse crescimento dentro do festival. A expectativa é que mais de 350 mil motocicletas passem pelo Brasília Capital Moto Week e o passeio reúna aproximadamente 450 mil motocicletas”, conta Pedro Affonso Franco, um dos organizadores do evento”. O festival deve reunir mais de 700 mil pessoas em dez dias.
 
Perfil do motociclista brasileiro
 
Atualmente, 31.944.502 pessoas possuem habilitações da categoria A no País, que permite ao cidadão pilotar veículos motorizados de duas ou três rodas, conforme levantamento publicado pelo Anuário da Indústria Brasileira de Duas Rodas 2019. Estas habilitações envolvem a categoria A isoladamente e também esta associada a outras, como AB, AC, AD e AE, correspondendo a 44,5% do total de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH's) emitidas no Brasil. Entre estes habilitados, 77,3% são homens e 22,7%, mulheres.
 
A região Sudeste do País concentra o maior número de motociclistas habilitados (42,2%), seguida pela Sul (20,3%), Nordeste (18,5%), Centro-Oeste (11,2%) e Norte (7,8%).
 
A maior faixa etária dos motociclistas brasileiros, tanto homens como mulheres, está entre 31 e 40 anos, com 31% para eles e 36,8% para elas, em relação ao total de faixas. Na somatória das principais faixas etárias, entre os homens quase 52% têm idade de 31 a 50 anos. Entre as mulheres, mais de 54% apresentam idades variando de 31 a 50 anos.
 
A motocicleta é utilizada como meio de locomoção por 92% de seus usuários no País. Simultaneamente a isso, é utilizada para o lazer por 67% e para o trabalho e geração de renda por 3% deles, considerando-se o múltiplo uso do veículo pelo mesmo condutor.
 
Passeio motociclistico – Dia 27, às 16h, saindo da Granja do Torto