Fotografo: Marcos Corrêa/ PR
...
O presidente disse que o Brasil reconhece como parte de suas obrigações ajudar a ampliar o bem-estar "dos nossos cidadãos"

Em sessão plenária da 11ª Cúpula do Brics, nesta quinta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro disse que o governo brasileiro tem "olhos postos no mundo, mas em primeiro lugar no Brasil".
 
O presidente disse que o Brasil reconhece como parte de suas obrigações ajudar a ampliar o bem-estar "dos nossos cidadãos". "Sobre a forma de avanços, de mais e melhores empregos, de mais renda e de um melhor sistema de saúde pública", afirmou.
 
"A presidência brasileira do Brics priorizou obtenção de resultados concretos ao nossos povos. Ajudará nosso grupo a contar com respaldo popular mais sólido", afirmou Bolsonaro. O Brasil exerceu a presidência rotativa do Brics em 2019. No próximo ano, o comando do grupo fica com a Rússia.
 
Ao final das falas dos demais líderes do Brics, Bolsonaro disse que o grupo sai fortalecido, com "manifestações claras de convergência, de propósito e do interesse comum em levar adiante nossa cooperação".
 
No evento, os chefes de Estado aprovaram a "Declaração de Brasília", documento que reflete a posição do Brics sobre: a necessidade de reforma do sistema multilateral; a importância do fortalecimento da arquitetura econômica financeira internacional; o imperativo de se resolver situações e crises regionais por meio do diálogo e da diplomacia; e o futuro da cooperação intraBrics.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Estadão